Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Perto de sequência de vitórias inédita, Casemiro prefere ser campeão

Por Da Redação - 9 abr 2012, 17h56

Se vencer o Bahia de Feira de Santana, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, e o Linense, pelo Campeonato Paulista, no domingo, o São Paulo atingirá 12 vitórias consecutivas, sequência nunca alcançada na história do clube. Número que alegra, mas não satisfaz Casemiro. O volante só pensa em ser campeão.

‘Se for para trocar estas dez vitórias pelo título do Paulista, da Copa do Brasil ou do Brasileiro, trocaria normalmente’, falou o jogador, formado nas categorias de base do Tricolor e promovido aos profissionais em 2010. Vencedor da Copa São Paulo de Juniores há dois anos, o volante ainda não levantou uma taça com a equipe principal e demonstra a ansiedade que o fato gera.

A fase vivida sob o comando de Emerson Leão, entretanto, anima o time que não ergue um troféu desde a conquista do Campeonato Brasileiro de 2008. Caso supere o Bahia de Feira de Santanan no Nordeste, o atual São Paulo igualará as melhores marcas já atingidas com a camisa tricolor.

A última vez em que a equipe venceu dez partidas seguidas, como atualmente, ocorreu em 2002. E somente em duas oportunidades o São Paulo atingiu 11 vitórias consecutivas: em 1943, com o time de Leonidas da Silva durante o Paulista daquele ano, conquistado pelo Tricolor, e em 1982, na campanha do vice-campeonato estadual do elenco que tinha Serginho Chulapa como astro.

Publicidade

Por isso, Casemiro tenta não minimizar tanto a marca para valorizar o momento histórico que pode viver nesta quarta-feira na Bahia. ‘É uma motivação a mais fazer parte desta história, assim como foi estar em campo no milésimo jogo e no centésimo gol do Rogério Ceni. Participar da história é muito bom’, comentou.

Publicidade