Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pepe se defende do rótulo de violento: ‘Nunca tenho a intenção de machucar’

Lisboa, 31 mai (EFE).- Alvo de críticas da imprensa e mesmo de outros jogadores por algumas jogadas violentas que costuma protagonizar, o zagueiro brasileiro naturalizado português Pepe negou nesta quinta-feira ser um jogador violento e garantiu que, apesar de às vezes entrar com firmeza, nunca tentou machucar um adversário.

‘Na Espanha, tudo que eu possa vir a fazer tem uma grande repercussão. Mas a verdade é que nunca tenho a intenção de machucar meu adversário’, se defendeu o jogador do Real Madrid em Óbidos, próximo a Lisboa, onde a seleção portuguesa se prepara para a disputa da Eurocopa.

Pepe comentou que tem dificuldades ainda maiores na Espanha por não ser espanhol. ‘Os jogadores estrangeiros em país que não é o seu são sempre criticados’, declarou.

Sobre a Euro, em que Portugal está no grupo B, com Alemanha, Holanda e Dinamarca, o defensor de 29 anos viu com bons olhos o fato de sua equipe estar na chave que é considerada mais difícil da competição.

‘Vamos correr por fora, o que é bom porque não temos a pressão de vencer todas as partidas como tivemos em outras ocasiões’, resumiu Pepe, que destacou que ele e seus companheiros de seleção têm que dividir a responsabilidade com a grande estrela do elenco, o atacante Cristiano Ronaldo.

‘Ele é a imagem, mas não podemos pôr toda a responsabilidade nele. É mais um jogador, tem experiência, sabe como jogar grandes partidas e as jogará da melhor maneira. Temos que ter consciência que Ronaldo sozinho não pode fazer nada, mesmo estando muito motivado e pronto para fazer uma grande Euro’, alertou.

Portugal se prepara para a estreia na Eurocopa, no dia 9, contra a Alemanha, e vem de um decepcionante empate sem gols com a Macedônia no último sábado. Antes de encarar os alemães, a seleção lusa ainda fará outro amistoso, neste sábado, contra a Turquia. EFE