Clique e assine a partir de 8,90/mês

Pelo título, Dorival alerta: ‘Não temos mais o direito de errar’

Por Da Redação - 18 out 2011, 18h48

O Internacional via a luta pelo título cada vez mais distante há algumas rodadas, mas a inconstância dos times da frente e as recentes vitórias convincentes sobre o Vasco, líder na época, e sobre o Avaí, de virada, quando perdia até os 32 minutos do segundo tempo. Com 47 pontos e vivo na disputa, o Colorado agora tem de ser perfeito.

Pelo menos é o que pensa o técnico Dorival Júnior. Segundo o treinador, seus comandandos terão de manter uma campanha quase irretocável, contando ainda com tropeços dos times que estão acima na tabela.

‘O Internacional não tem mais direito de errar. Precisamos esperar tropeços dos adversários de cima, mas, principalmente, não podemos deixar pontos para trás. Não concretizamos resultados positivos, mesmo atuando bem. Isso é crucial e agora é correr contra o prejuízo’, afirmou, garantindo a vontade do elenco pelo caneco.

‘Temos jogos importantes nesta reta final e a concentração do grupo para isso é total. Todos estão focados na vitória. É um campeonato de irregulariades e aquela equipe que se mantiver equilibrada em um período maior sairá vencedora’, comentou.

Sobre o confronto diante do líder Corinthians, domingo, no Beira-Rio, Dorival não fugiu ao ser questionado sobre a arbitragem. Tema polêmico quando gaúchos e paulistas se enfrentam, a atuação do paranaense Evandro Rogério Roman recebeu um voto de confiança do comandante.

‘Estou totalmente confiante no Evandro Rogério Roman (árbitro definido pela CBF para o confronto). Fico na torcida para que ele conduza bem a partida. É um profissional experiente e um jogo entre Inter e Corinthians pede esta qualidade na arbitragem. Que vença o melhor’, completou.

Continua após a publicidade
Publicidade