Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Para ‘ver o que acontece no fim’, Edinho não quer Flu lamentando derrota

Por Da Redação 13 nov 2011, 07h38

O discurso dos jogadores do Fluminense após a derrota dentro do Engenhão por 2 a 1 diante do América-MG foi de tristeza e abatimento, mas o volante Edinho, que foi titular nos 90 minutos, tentou fugir disso e manter o time como postulante ao bicampeonato brasileiro.

O jogador tem consciência de que foi um resultado péssimo para as pretensões da equipe na competição, em que manteve a terceira posição, mas ficou sob o risco de ser ultrapassado, já que se estacionou nos 56 pontos.

‘Foi uma noite horrível que temos de esquecer, porque foi muito ruim mesmo. No segundo tempo melhoramos um pouco, mas ainda assim ficamos bem abaixo do que podemos produzir. Nossa verdade agora é esquecer o América-MG, esquecer essa atuação e pensar no próximo jogo para ver o que vai acontecer. Não podemos dizer que caímos fora da briga’, analisou o cão de guarda da defesa do Tricolor.

Ansioso, o time poderia assumir a liderança do Brasileirão em caso de vitória, mas desperdiçou a chance com um futebol sem pegada e desatento, de acordo com o pensamento de Edinho, que evitou repetir o comportamento dos companheiros na saída de campo e falou sobre o momento da equipe.

Tentando colocar panos quentes na situação, o volante pregou concentração ao time nas últimas quatro rodadas da competição: ‘Eu também estou de cabeça quente, é uma situação incômoda, mas não temos motivo para desistir do título e principalmente da vaga na Libertadores, que é o objetivo que traçamos no início do Brasileirão. Agora é ter muita força e segurança nessa reta final’.

Continua após a publicidade
Publicidade