Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para Paulo Bento, pressão sobre C. Ronaldo é feita pela imprensa

Lviv (Ucrânia), 13 jun (EFE).- O técnico da seleção portuguesa, Paulo Bento, descartou que haja uma pressão extra sobre a grande estrela da equipe, o atacante Cristiano Ronaldo, que na vitória desta quarta-feira por 3 a 2 sobre a Dinamarca perdeu pelo menos duas chances claras de gol que poderiam ter feito falta.

‘Se há pressão é mais por parte de vocês (a imprensa). Tenho a segurança que não há nenhum jogador nosso com sentimento de pressão’, disse Paulo Bento.

Portugal somou seus três primeiros pontos no grupo B da Eurocopa ao vencer os dinamarqueses, mas correram riscos. Quando o placar era de 2 a 1 a favor da seleção lusa, CR7 saiu cara a cara com o goleiro Andersen, mas desperdiçou as duas chances. O adversário conseguiu o empate, com gol de Bendtner, mas Varela evitou o tropeço balançando a rede aos 41 minutos da etapa final.

O técnico destacou que Cristiano é apenas mais um jogador que pode ajudar a resolver alguns problemas da seleção e não deu importância aos erros do camisa 7.

‘Hoje ele não foi eficiente nas chances que teve, mas, para nós, realizou dois bons jogos. Os gols aparecerão, sejam de Ronaldo ou de outro jogador’, comentou Paulo Bento, que considerou justo resultado contra a Dinamarca.

‘Podeíamos até ter vencido de maneira mais tranquila. Defensivamente, estivemos bem organizados, com um ou outro problema. Ofensivamente, criamos oportunidades e fomos eficientes’, analisou. EFE

atc/dr