Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Palmeirenses garantem que ‘falta pouca coisa’ para série de vitórias

Os dois empates por 1 a 1 consecutivos no Campeonato Paulista, com Portuguesa e Catanduvense, não incomodaram tanto os jogadores do Palmeiras. Pelo menos publicamente, prevalece o discurso otimista entre os comandados de Luiz Felipe Scolari.

‘Falta pouca coisa para a gente ter uma sequência vitoriosa’, garantiu o meia Pedro Carmona, sorridente. ‘Não está ruim, mas temos que melhorar. Foram muitas chances de gol e não conseguimos colocar a bola para dentro. É só corrigir esse detalhe’, minimizou novamente.

Titular absoluto, ao contrário de Carmona, o lateral direito Cicinho foi mais um a ficar conformado com as igualdades das rodadas anteriores. ‘É claro que pensamos sempre em vencer, mas tivemos algumas dificuldades. Os empates não ficaram de mau tamanho. Vamos evoluir com o decorrer dos jogos. Contra o Mogi Mirim, o torcedor já pode esperar um time melhor tecnicamente’, prometeu.Curiosamente, o Palmeiras trabalha para melhorar aquele que é considerado um dos seus pontos fortes: o aproveitamento em bolas paradas. ‘O que eu mais me lembro do jogo do Catanduvense é a bola passando pela área, perto do gol, e não entrando. Houve cobranças de falta do Marcos Assunção e algumas finalizações boas. Infelizmente, o goleiro adversário teve méritos’, lamentou Carmona.

O Palmeiras espera voltar a vencer (ganhou por 2 a 1 do Bragantino em sua estreia no Campeonato Paulista) diante do Mogi Mirim, quarta-feira, no Pacaembu. A partida contra o quinto colocado da tabela não é considerada das mais fáceis. ‘Trabalhei com o técnico deles, o Guto Ferreira, quando estava no Criciúma e sei que ele organiza bem suas equipes’, advertiu Pedro Carmona.