Clique e assine com até 92% de desconto

No retorno do goleiro Magrão, Boa Esporte surpreende e vence o Sport

Por Da Redação 6 ago 2011, 18h20

O grande ídolo da torcida do Sport, o goleiro Magrão, finalmente voltou a campo neste sábado. Entretanto, o jogador e todo time pernambucano foram surpreendidos pelo Boa Esporte, que dominou todo o jogo e venceu por 3 a 0, no estádio Dilzon Melo, em Varginha.

O time mineiro literalmente passeou em campo, já que o Leão da Ilha quase não ofereceu perigo à meta do goleiro Luiz Henrique durante todo jogo. Com grande atuação dos laterais Jackson, que marcou duas vezes, e Marinho Donizete, que fez sua estreia pelo time mineiro, a equipe do Boa Esporte conseguiu chegar aos três gols que garantiram a vitória diante de sua torcida.

Agora na 13posição, o Sport voltará a campo no próximo sábado, conta a Portuguesa, na Ilha do Retiro, enquanto o Boa Esporte, que subiu para a sétima colocação, viaja para Alagoas, onde enfrenta o ASA, no estádio Coaracy Fonseca.

O jogo – Logo aos 9 minutos de jogo o Boa Esporte conseguiu abrir o placar. O lateral esquerdo Higo alçou a bola na área e o lateral direito Jackson apareceu sozinho na área do Sport para cabecear para o gol. O jogador mandou a bola em cima do goleiro Magrão, que se atrapalhou com a bola e não conseguiu fazer a defesa.

Após o gol, o jogo permaneceu morno, com o Boa Esporte tentando insistindo nas jogadas aéreas, que acabavam na maioria das vezes nas mãos do goleiro Magrão. Entretanto, um lance aos 18 minutos de jogo envolvendo o atacante do Sport, Marcelinho Paraíba, esquentou o ânimo dos jogadores. O atleta não devolveu a bola para o time do Boa Esporte após o atendimento médico dos jogadores e provocou a ira dos jogadores da equipe mineira, que tiveram de ser contidos pelo árbitro Vinicius Costa.

A partida permaneceu no mesmo ritmo até que aos 34 minutos de jogo, o Boa Esporte conseguiu chegar ao segundo gol através de outra jogada pelo alto. O meia Carlos Magno fez uma boa jogada pelo lado esquerdo do ataque e cruzou na medida para o atacante Jheimy cabecear a bola. O goleiro Magrão fez uma brilhante defesa, mas o rebote caiu nos pés do camisa nove, que chutou para o gol vazio e estufou as redes.

Continua após a publicidade

Na segunda etapa de jogo, a partida começou mais movimentada. O Sport voltou a campo com Willians e Maylson nos lugares de Daniel Paulista e Diego Torres, respectivamente, enquanto o Boa Esporte promoveu a estreia de Marinho Donizete, que substituiu Marcelinho.

Com as mudanças, o Sport começou ameaçando logo aos dois minutos, com um forte chute de Rithelly, que subiu muito e passou por cima do gol. A resposta do Boa veio aos doze minutos em uma boa jogada de Marinho Donizete, que chutou rasteiro para o gol e viu o goleiro Magrão fazer uma boa defesa.

Aos 16 minutos de jogo, o técnico Mazola Júnior colocou o atacante Júnior Viçosa para fazer sua estreia com a camisa do Sport. O jogador entrou no lugar do meia Rithelly, mas pouco fez durante a partida.

No restante do jogo, ambas as equipes tiveram algumas oportunidades de marcar, mas nenhuma levou muito perigo aos goleiros. O Boa Esporte permaneceu administrando a vantagem de dois gols obtida, enquanto o Sport tentava tocar a bola e diminuir o placar através das bolas paradas.

Mesmo não pressionando a equipe pernambucana, o Boa conseguiu chegar ao terceiro gol em outra boa jogada dos laterais da equipe. O lateral Marinho Donizete avançou em velocidade pela esquerda e cruzou. A bola passou por toda área do Sport e caiu nos pés de Jackson, que chegou sozinho e marcou pela segunda vez na partida.

Logo após o time mineiro marcar seu terceiro gol, o meia Willians, do Sport, fez falta em cima de Waldison, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo pelo árbitro. O jogador saiu furioso de campo e reclamou muito da atitude do juiz.

Com um jogador a menos e sem poder de reação, o Sport apenas tocou a bola e se defendeu no restante da partida, enquanto a entusiasmada torcida do Boa gritava Olé e comemorava a excelente vitória do time mineiro.

Continua após a publicidade
Publicidade