Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

‘Neymar quase não treina, vai no limite de estar bêbado’, diz jornalista

Durante programa, o francês Daniel Riolo afirmou que a relação do brasileiro com o PSG é de ruptura total e fez duras críticas ao clube

Por Da Redação Atualizado em 23 mar 2022, 08h53 - Publicado em 22 mar 2022, 10h18

Jogador mais bem pago da França, segundo o L’Equipe, Neymar foi centro de mais uma pauta da imprensa local. Durante o programa After Foot, do canal RMC Sport, o jornalista Daniel Riolo disparou contra o brasileiro, apontando ruptura total com o PSG e alegando falta de comprometimento: “Neymar quase não treina. Vai num estado lamentável, no limite de estar bêbado.”

Autor de cinco gols e três assistências em 15 partidas pelo Campeonato Francês, o brasileiro é visto como um dos vilões do insucesso do PSG na Liga dos Campeões. Em fase de desempenho muito abaixo do que já mostrou no auge do Barcelona, o brasileiro colaborou com um passe para Mbappé marcar no jogo que decretou a eliminação parisiense da Champions, ao perder para o Real Madrid, por 3 a 1, no Santiago Bernabéu. Nem sequer a ajuda ao companheiro tirou o brasileiro da mira.

Após criticar a postura do camisa 10, o jornalista afirmou que para ele há uma vontade de devolver as críticas. “É assim, ele está com espírito de vingança contra o PSG, em ruptura total com o clube e com o vestiário.” Nas redes sociais do jogador, a aparência é de uma boa relação com os companheiros de equipe.

“Os torcedores do PSG não estão minimamente preocupados com os assuntos de Neymar. Que vá embora, está prejudicando o clube. Eles não querem saber se o jogador não está bem, por causa do documentário da Netflix, e por tudo isso. É preciso assinar o cheque e deixá-lo ir. Está causando muitos danos dentro do clube.”, disparou Riolo.

Desde que chegou ao Paris Saint-Germain, em 2017, Neymar, por muitas lesões, entrou em campo apenas 137 vezes, com 92 gols e 51 assistências, além de 10 títulos. Porém, a Liga dos Campeões, sonhada pelo projeto bilionário, não chegou: o mais perto que o time conseguiu foi bater na trave com o vice na temporada 2019/20, em derrota para o Bayern de Munique.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)