Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar nega rixa e brinca com Luxa: Tenho que fazer um golzinho’

Considerado o melhor jogador em atividade no futebol brasileiro, o atacante Neymar teve que conviver com a reserva do Santos, durante boa parte da última passagem do técnico Vanderlei Luxemburgo pelo clube. Na ocasião, em 2009, a Joia ainda era uma promessa na Vila Belmiro e, por causa disso, era preterido em algumas oportunidades no time titular. Mas o camisa 11 do Peixe nega que tenha guardado alguma mágoa daqueles tempos.

Segundo Neymar, Luxemburgo foi importante em sua trajetória. Por isso, o atacante rechaçou qualquer tipo de revanchismo contra o treinador. Os dois se enfrentam no jogo em que os santistas recebem o Grêmio, neste domingo, às 16 horas, (horário de Brasília), na Vila, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

‘Essa partida vai ter um sabor especial apenas pela brincadeira. No final do jogo, quero brincar com ele e dizer que o meu time ganhou. Não tenho nenhum problema com o Vanderlei. Ele me ajudou muito’, afirmou.

A Joia, que durante aquela temporada chegou até mesmo a ser chamado de ‘Filé de Borboleta’ pelo técnico, por conta de seu porte físico franzino, acredita que o trabalho orientado por Vanderlei Luxemburgo também contribuiu para o crescimento do seu futebol.

‘Eu fiquei na reserva, só que ele me fez crescer, trabalhou bem comigo. Por isso agradeço a ele por ter me ajudado. Guardo coisas boas dele’, comentou.

Mesmo sem nenhum rancor contra o atual comandante gremista, Neymar garantiu que tem um desejo diante do Tricolor Gaúcho. ‘No domingo, além da vitória, tenho que fazer um ‘golzinho’ no time dele (risos)’, encerrou o atacant