Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Nelsinho avisa que Santos não é só Neymar, mas confunde coadjuvantes

Por Da Redação 13 dez 2011, 10h55

Conter o talento de Neymar não é a única preocupação do Kashiwa Reysol. Técnico da equipe japonesa, o brasileiro Nelsinho Baptista salientou nesta terça-feira que é preciso ter atenção também com os coadjuvantes, mas se atrapalhou ao citá-los.

O treinador chamou o goleiro Rafael de Marcelo e confundiu o zagueiro Bruno Rodrigo, que formará dupla com Edu Dracena, com o xará Bruno Aguiar. Questionado sobre a gafe do colega, Muricy Ramalho minimizou. ‘É tanto jogador que isso acaba acontecendo. Não vejo nada demais’, discursou o santista, antes do treino de reconhecimento do Toyota Stadium.A mensagem que Nelsinho passou a seus jogadores, porém, é simples: se todas as atenções se voltarem para as jogadas de Neymar, sobrará espaço para o talento de Paulo Henrique Ganso, Elano, Arouca e Borges, por exemplo.

‘O Neymar é um jogador diferenciado do futebol mundial. Logicamente nós vamos ter os devidos cuidados, não só com ele, mas com todo o time do Santos’, ensinou o comandante, satisfeito com a fase de sua equipe, que chega à semifinal após eliminar Auckland City, da Nova Zelândia, e Monterrey, do México.

‘Tivemos duas vitórias (na verdade, o triunfo diante dos mexicanos foi nos pênaltis) e crescemos depois da segunda. Nesse confronto, acredito que minha equipe pode render ainda mais’, disse. ‘Não podemos deixar de saber o valor da equipe do Santos, da comissão técnica, da individualidade de alguns jogadores, mas vamos procurar fazer nosso trabalho, como vem sendo até aqui’.

Continua após a publicidade
Publicidade