Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

NBA volta atrás e confirma Jeremy Lin no Jogo dos Novatos

Houston (EUA), 17 fev (EFE).- A febre Jeremy Lin fez com que a direção da NBA voltasse atrás e incluísse o armador do New York Knicks na lista dos jogadores de segundo ano que disputarão o Jogo dos Novatos durante o All-Star Weekend, em Orlando, no dia 24 de fevereiro.

Lin conseguiu revolucionar a NBA nas sete partidas que jogou pelos Knicks – seis como titular – e ajudou a equipe a vencer todos esses confrontos.

Por isso, o jogador de origem taiuanesa foi um dos 20 selecionados – dez novatos e outros dez jogadores de segundo ano – pelos ex-astros da NBA Shaquille O’Neal e Charles Barkley, que farão as vezes de treinadores.

Vale lembrar que o Brasil será representado no jogo festivo pelo pivô Tiago Splitter, atualmente cumprindo seu segundo ano no San Antonio Spurs.

Nesta edição, o tradicional jogo terá uma mudança. Ao contrário do que acontecia até o ano passado, novatos e jogadores de segundo ano não mais se enfrentarão, passando a ser misturados em cada equipe.

No time de Shaquille O’Neal, Lin jogará com Blake Griffin (Los Angeles Clippers), Norris Cole (Miami Heat), Ricky Rubio (Minnesota Timberwolves), Greg Monroe (Detroit Pistons), Markieff Morris (Phoenix Suns), Kemba Walker (Charlotte Bobcats), Landry Fields (New York Knicks), Brandon Knight (Detroit Pistons) e Tristan Thompson (Cleveland Cavaliers).

O comissário da NBA, David Stern, havia dito que Lin não participaria da partida, mas decidiu voltar atrás ao notar que o sucesso do jogador de 23 anos virou um ‘fenômeno’ nos Estados Unidos e no restante do mundo, sendo citado até mesmo pelo presidente Barack Obama.

Na outra equipe, os escolhidos de Charles Barkley são: Kyrie Irving (Cleveland Cavaliers), DeMarcus Cousins (Sacramento Kings), Paul George (Indiana Pacers), Derrick Williams (Minnesota Timberwolves), MarShon Brooks (New Jersey Nets), John Wall (Washington Wizards), Gordon Hayward (Utah Jazz), Tiago Splitter e Kawhi Leonard (San Antonio Spurs) e Evan Turner (Philadelphia 76ers). EFE