Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muricy esconde escalação do Santos para clássico

Por Sanches Filho

Santos – O técnico Muricy Ramalho resolveu apostar no mistério e avisou que só vai revelar a escalação do Santos momentos antes do início do clássico contra o Corinthians, domingo, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista. A tendência, porém, é que nenhum titular seja poupado, já que esta será a primeira partida da equipe na temporada no seu estádio. Além disso, o duelo envolve grande rivalidade e o confronto com o Internacional, pela Libertadores, também será em casa.

“Ainda não deu para fazer uma avaliações dos jogadores. Ainda não conversei, tenho mais um dia para fazer isso. Vamos com calma, não quero expor os jogadores às lesões. Vou deixar isso para o jogo”, afirmou Muricy nesta sexta-feira, após comandar treinamento na Vila Belmiro.

Nesta semana, o Santos cedeu alguns dos seus titulares para compromissos das seleções nacionais na Europa. Neymar, Rafael e Paulo Henrique Ganso foram para a Suíça, onde o Brasil encarou a Bósnia-Herzegovina, enquanto Fucile viajou para a Romênia, onde o Uruguai enfrentou a seleção local. O lateral, inclusive, chegou atrasado ao treinamento desta sexta-feira, vindo direto da viagem de Bucareste.

Além disso, na próxima quarta-feira, a equipe vai receber o Internacional, em duelo válido pela fase de grupos da Libertadores. “Os três da seleção brasileira chegaram bem, são garotos e se cuidam. Mas existe a viagem, que foi complicada com um voo que não é direto e isso cansa demais. Tem o Fucile também, que veio direto para o treino e não teve tempo para se recuperar da viagem”, disse Muricy.

O técnico aprovou a reforma feita no gramado da Vila Belmiro e comemorou a volta do time ao seu estádio. “O gramado está até melhor do que estávamos esperando. E os jogadores se sentiram bem também. É fundamental voltar a jogar na Vila. Aqui ganhamos títulos e temos o carinho de nossa torcida. Nosso campo é a Vila e estamos muito contentes em volta”, afirmou.

O clássico deste domingo envolverá o melhor ataque do Campeonato Paulista, o Santos, com 27 gols marcados, contra a defesa menos vazada do estadual, o Corinthians, que sofreu apenas quatro gols. Apesar disso e do time atuar em casa, Muricy minimizou a possibilidade do jogo se tornar um confronto entre o setor ofensivo santista e a defesa corintiana.

“O Corinthians marca bem e o Santos ataca bem. Mas o jogo não é só isso. Tem o meio-de-campo também. Mas temos que defender bem também. Nosso time está melhorando nesse sentido, marcando gols e não sofrendo muito. É um sinal que o time está bem armado”, comentou.