Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muricy coloca ponto final na festa do título e foca Libertadores

A festa oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF) é o último evento comemorativo do título estadual conquistado pelo Santos. Nesta segunda-feira, pouco antes de entrar em uma badalada casa noturna na Zona Sul da capital, o técnico Muricy Ramalho citou que liberou a última noite de ‘farra’ aos atletas.

‘Se não fosse para estar aqui, não viríamos, (a festa) faz parte do campeonato, o respeito pela Federação Paulista, mas temos compromisso sério na quinta-feira. Depois, acabou’, afirmou o treinador.

Nesta semana, o Santos enfrenta uma nova decisão pela Copa Libertadores da América, no primeiro jogo das quartas de final diante do Vélez Sarsfield, na Argentina. ‘O importante é que nossos jogadores sabem separar bem o que é festa e o que é a responsabilidade’, emendou Muricy Ramalho.

Para o lateral esquerdo Juan, a comemoração pelo título paulista foi dentro dos limites propostos pela comissão técnica. O jogador, apesar das dificuldades com a voz, fez questão de citar que não esteve na badalada festa de Neymar em Santos na madrugada desta segunda-feira.

‘Eu estou rouco, mas fiquei em São Paulo mesmo, comemorando com a minha família, também descansei, porque quinta-feira tem mais’, reforçou o ala.

Ao presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro restou exaltar novamente a geração histórica do Peixe. O dirigente já pensa, inclusive, na possibilidade de um quarto título paulista de forma consecutiva.

‘A gente está preparado para isso, ontem fiz a seguinte analogia: o Santos criou o motor com todas as peças, a equipe, o treinador e a comissão técnica. Falta sempre o combustível, a torcida, que está empolgada. Então, temos o motor e a gasolina. Agora é ir para cima. Aliás, tínhamos o Gasolina na época do Pelé (apelido do Rei do Futebol)’, brincou o mandatário do tricampeão estadual.