Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Melhor jogador francês do ano, Benzema credita fase a Mourinho

Por Da Redação 13 dez 2011, 12h46

Paris, 13 dez (EFE).- O atacante Karim Benzema, do Real Madrid, eleito melhor jogador francês em 2011, garantiu que o técnico José Mourinho foi um dos grandes responsáveis por transformá-lo em um atleta melhor, acendendo assim o seu instinto matador.

‘A raiva, a vontade de golear estava em mim antes, mas consegui acendê-la com pequenas rivalidades, provocações’, garantiu Benzema à revista ‘France Football’, que elegeu o atleta como o jogador francês do ano.

Benzema, que terminou a temporada passada com 26 gols e balançou as redes 16 vezes na atual, comentou que manteve uma conversa de frente com Mourinho no início de 2011, e que ‘mudou muitas coisas’.

‘Não estava acostumado a falar assim com os treinadores. Tinha vontade de discutir com eles. Queria saber o que eles realmente esperavam de mim’, explicou o francês, que garantiu que Mourinho teve confiança em seu trabalho e lhe devolveu o bom caminho.

A conversa entre o atacante e o treinador aconteceu depois que Mourinho criticou publicamente Benzema, dizendo que ele não tinha ‘fome de gol suficiente’. Na circunstância o francês estava se recuperando de uma pubalgia e chateado pela derrota de sua seleção na África do Sul, e o técnico fez questão de lembrar ao jogador que o Real Madrid pagou 35 milhões de euros ao Lyon pela sua contratação.

Continua após a publicidade

Superados os atritos, a relação entre ambos se tornou outra.

‘O técnico é exigente comigo como é com todo o mundo. Sei que tem um apreço por mim’, disse o francês, que destacou a maneira de Mourinho tratar as ‘relações humanas’ e garantiu que o português é ‘um treinador que nunca trairá sua equipe’.

Além de disso, Benzema também falou nas páginas da revista ‘France Football’ sobre suas ambições pessoais, que vão de títulos com o Real Madrid até a conquista da Bola de Ouro.

‘Vim para o Real Madrid com esse objetivo. Sou ambicioso. Cada ano tenho uma chance de conquistar a Bola de Ouro. Fazendo grandes jogos em um grande time, espero alcançá-la’, admitiu Benzema.

O francês disse, além disso, que quer ‘seguir os passos de Zidane’, embora explicou que é ‘delicado’ compará-los pois a incumbência do líder da seleção da França, campeã do mundo em 1998, era dar passes decisivos, enquanto a sua é, essencialmente, marcar gols.

Por isso, Benzema se espelha em jogadores com as mesmas características, e cita o brasileiro Ronaldo como uma das referências, além do camaronês Samuel Eto’o. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade