Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mario Gómez é a garantia de gols do Bayern na final

Berlim, 17 mai (EFE).- Os gols de Mario Gómez nesta temporada da Liga dos Campeões – 12 no total – foram fundamentais no caminho que levou o Bayern à final, que será disputada em seu próprio estádio no sábado, contra o Chelsea.

Gómez, de 26 anos, não é o jogador do Bayern de Munique com o futebol mais vistoso para os torcedores. As maiores demonstrações de talento do time vêm dos pés do francês Franck Ribery e do holandês Arjen Robben.

O atacante é um clássico camisa 9, e é na área que expõe seu faro de gol e sua visão para estufar as redes. O gol que marcou nos acréscimos contra o Real Madrid – o da vitória por 2 a 1 na ida pelas semifinais – demonstra o tipo de jogador que ele é.

A bola foi cruzada da direita por Philipp Lahm. Gómez não a viu totalmente, mas sabia que tinha que se antecipar. O atacante a tocou com o joelho e deu a vitória aos bávaros.

Gerd Müller, lendário artilheiro do Bayern e da seleção alemã nos anos 70, costuma dizer que gols bonitos não o interessam tanto porque valem exatamente o mesmo que os outros. Gómez, normalmente mais discreto em suas declarações do que Müller, provavelmente jamais diria algo assim, mas deve concordar com a mesma opinião do artilheiro.

Seus gols não costumam ser obras de arte. Um dos momentos mais importantes do artilheiro alemão na temporada foi na goleada por 7 a 0 sobre o Basel, válida pelas quartas de final, na qual após fazer um de seus quatro gols, apontou para Franck Ribery, que havia lhe passado a bola.

Gómez chegou ao Bayern em 2009, vindo do Sttutgart, em uma transferência de mais de 30 milhões de euros, a mais cara da história do clube bávaro.

Seu primeiro treinador no Bayern, Louis van Gaal, recebeu o atacante com ceticismo e costumava dizer que ele era um atacante que não podia ser usado fora da área.

Gómez ficou e Van Gaal acabou demitido, o que fez com Jupp Heynckes se tornasse seu novo treinador. Os números mostram que o artilheiro melhorou com a chegada do técnico. Quando se soma os 12 gols marcados na Liga dos Campeões nesta temporada aos 26 anotados no Campeonato Alemão, pode-se notar a excelente temporada de ‘Super Mario’. EFE