Maranhão começa fase decisiva da LBF com esperança de casa cheia

Por Da Redação - 10 mar 2012, 19h35

As quartas da final da Liga de Basquete Feminino serão decididas em três jogos. O Maranhão é um dos classificados e encara o Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC com esperança de ter o ginásio Castelinho lotado para a partida, neste domingo, às 17 horas.

Principal jogadora do time, Iziane acredita que a equipe pode reverter o retrospecto ruim. ‘Vamos entrar em quadra com bastante confiança para tentar a vitória em casa, que é muito importante, pois, na sequência, vamos jogar um ou dois jogos nos domínios do rival. Apesar de termos perdido duas vezes para este adversário na primeira fase, creio que o nosso jogo encaixa melhor contra Catanduva e vamos tentar a classificação.’

O bom rendimento de Iziane é comprovado pelos números, pois é dela a melhor média de cestas do time. ‘A minha participação na primeira fase foi dentro do que eu esperava e com bons números, já que precisei atuar mais tempo do que imaginava devido a algumas contusões que ocorreram. Trabalhei muito forte para dar o meu melhor e consegui ajudar a equipe a chegar a esta fase de quartas-de-final e vou seguir lutando para que o time siga vivo na competição’, comentou a atleta.

O torcedor do Maranhão demonstrou muito apoio para a equipe ao longo do campeonato e deve lotar o ginásio para o importante duelo. ‘A expectativa é de ginásio lotado, já que trabalho todo foi feito em cima disso, não só na mídia, como pela cidade, e os nossos torcedores sempre estiveram ao nosso lado nos jogos em São Luís e nesta abertura do playoff não será diferente. Trata-se de uma reta final de competição e presença do torcedor maranhense será importante demais para nos apoiar’, acrescentou Iziane.

Publicidade

O Maranhão fez uma campanha de seis vitórias e dez derrotas na principal competição de basquete nacional e, apesar do saldo negativo, se classificou na sexta posição. Já seu próximo adversário, o Catanduva, terminou com resultados opostos, conquistando dez triunfos, contra seis tropeços.

Publicidade