Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Manor confirma sua saída da F1 – e também a de Felipe Nasr

A falta de investidores para recuperar a escuderia selou o destino do brasileiro, que não terá espaço na temporada de 2017

O Brasil terá apenas Felipe Massa como representante na Fórmula 1 em 2017. O ‘xará’ do piloto da Williams, Felipe Nasr, ficou sem equipe para competir e ficará de fora desta edição do principal campeonato do automobilismo mundial. A confirmação da ausência do brasileiro se deu com o fim da escuderia Manor, anunciada nesta sexta-feira.

O grupo FRP Advisory, que administrava a equipe, não encontrou compradores para salvá-la do processo de insolvência pedido anteriormente. Sem investidores e com a pré-temporada a poucos dias do início, a equipe não estará nas pistas neste ano.

Veja também

“O FRP tem trabalhado insistentemente para encontrar investidores, resultando em negociações com possíveis interessados. Infelizmente, nenhum investimento foi confirmado, e o tempo limite para manter a equipe da maneira que está atualmente se esgotou. Sem estrutura financeira para sustentar o grupo, a administração encerrou as operações e confirma a demissão de 212 funcionários, que serão pagos em 31 de janeiro”, afirmou a nota oficial.

Com o fim da escuderia, Nasr ficou impossibilitado de competir na Fórmula 1 nesta temporada. As dez equipes do grid já estão completas, portanto, a única possibilidade do brasileiro seria como um terceiro piloto – o que ainda não foi confirmado. A Sauber, que preferiu não renovar com Nasr, contratou o alemão Pascal Wehrlein para substituí-lo e seguirá com o sueco Marcus Ericsson.