Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maior vencedor do Troféu Efe, Messi fatura prêmio pela quinta vez

Madri, 14 mai (EFE).- O argentino Lionel Messi ampliou sua infindável coleção de prêmios com a conquista, pela quinta vez, do Troféu Efe, concedido pela Agência Efe ao melhor jogador latino-americano no Campeonato Espanhol.

Ao término da temporada 2011/2012 da competição, o atacante do Barcelona acumulou 245 pontos em 37 partidas, uma média de 6,62 por jogo. Em segundo lugar ficou seu compatriota Gonzalo Higuaín, do Real Madrid, com 227 pontos em 35 partidas e média de 6,48.

Apesar de criticado por parte da torcida e de ser apontado por alguns veículos de imprensa europeus como um dos prováveis ‘negociáveis’ do elenco da equipe dirigida por José Mourinho, o terceiro colocado – e melhor brasileiro na classificação – foi Kaká. O meia, também do Real, obteve média de 6,18 e um total de 167 pontos.

Em quarto lugar ficou o atacante colombiano Radamel Falcao García, destaque do Atlético de Madrid (6,08 de média), seguido pelos brasileiros Marcelo, do Real Madrid (6,06), e Diego (Atl. de Madrid, 6,00).

Messi completou mais uma temporada excepcional, embora tenha lhe faltado o título espanhol, que acabou nas mãos do Real Madrid. O atacante de 24 anos, eleito pela Fifa como o melhor jogador do mundo nos últimos três anos, marcou 50 gols no campeonato e pulverizou o recorde, ganhando a disputa com o português Cristiano Ronaldo, que fez quatro a menos.

Em 22 anos de Troféu Efe, o argentino é o maior vencedor da história do prêmio. Os que mais se aproximam, ainda assim com muita distância, são, com dois títulos, Ronaldo Fenômeno (em 1997 pelo Barcelona e 2003 pelo Real Madrid) e o chileno Ivan Zamorano (ambos com o Real, em 1993 e 1995).

O Troféu Efe é entregue ao melhor jogador latino-americano do Campeonato Espanhol segundo as pontuações dadas pelos redatores da agência em cada partida da primeira divisão.

– Classificação dos dez primeiros e dos brasileiros na 38ª e última rodada:.

Radamel Falcao (COL, Atlético de Madri) 8.

Keylor Navas (CRC, Levante) 7.

José Salomón Rondón (VEN, Málaga) 7.

Martín Demichelis (ARG, Málaga) 7.

PAULÃO (BRA, Betis) 7.

PEDRO BOTELHO (BRA, Rayo, Levante) 6.

Lionel Messi (ARG, Barcelona) 6.

Claudio Bravo (CHI, Real Sociedad) 6.

Gonzalo Higuaín (ARG, Real Madrid) 6.

PHILLIPPE COUTINHO (BRA, Espanyol) 6.

————————————————-.

DIEGO ALVES (BRA, Valencia) 6.

FILIPE LUIS (BRA, Atlético de Madri) 6.

ROVERSIO (BRA, Osasuna) 6.

MARCELO (BRA, Real Madrid) 6.

DIEGO COSTA (BRA, Rayo Vallecano) 5.

ADRIANO (BRA, Barcelona) 5.

DIEGO (BRA, Atlético) 5.

JULIO CÉSAR (BRA, Granada) 5.

MIRANDA (BRA, Atlético) 5.

JONAS (BRA, Valencia) 4.

DANIEL ALVES (BRA, Barcelona) 3.

Confira os dez primeiros colocados e a posição dos brasileiros na classificação final do Troféu Efe (entre parênteses está o número de jogos disputados).

Obs: Para que a classificação final seja mais justa, o vencedor é determinado segundo a média entre a pontuação total dada ao jogador e o número de partidas que ele disputou – com um mínimo de 25 (dois terços do campeonato).

– Jogadores que chegaram ao mínimo de 25 partidas:.

Jogador (País/Equipe). Pontos (jogos)/ média.

Lionel Messi (ARG, Barcelona) 245 (37) 6,62.

Gonzalo Higuaín (ARG, Real Madrid) 227 (35) 6,48.

KAKÁ (BRA, Real Madrid) 167 (27) 6,18.

Radamel Falcao (COL, Atlético de Madri) 207 (34) 6,08.

MARCELO (BRA, Real Madrid) 194 (32) 6,06.

DIEGO (BRA, Atlético de Madri) 180 (30) 6,00.

Alexis Sánchez (CHI, Barcelona) 150 (25) 6,00.

Carlos Vela (MEX, Real Sociedad) 203 (34) 5,97.

Javier Mascherano (ARG, Barcelona) 181 (31) 5,83.

DANIEL ALVES (BRA, Barcelona) 183 (33) 5,54.

FILIPE LUIS (BRA, Atlético de Madri) 199 (36) 5,52.

IRINEY (BRA, Betis) 168 (31) 5,41.

JONAS (BRA, Valencia) 181 (34) 5,32.

GUILHERME SIQUEIRA (BRA, Granada) 185 (35) 5,28.

ADRIANO (BRA, Barcelona) 135 (26) 5,19.

MIRANDA (BRA, Atlético de Madri) 129 (27) 4,77.

– Jogadores que não chegaram a 25 partidas:.

Ángel Di María (ARG, Real Madrid) 148 (23).

Cristian Álvarez (ARG, Espanyol) 122 (23).

PEDRO BOTELHO (BRA, Rayo, Levante) 120 (24).

Lautaro Acosta (ARG, Racing Santander) 108 (21).

NILMAR (BRA, Villarreal) 101 (21).

WELIGTON (BRA, Málaga) 100 (19).

Hernán Pérez (PAR, Villarreal) 100 (21).

Paulão (BRA, Betis) 94 (17).

DIEGO COSTA (BRA, Rayo Vallecano) 93 (16).

Pablo Barrera (MEX, Zaragoza) 91 (20).

——————————————————–.

PHILLIPPE COUTINHO (BRA, Espanyol) 83 (16).

JULIO CÉSAR (BRA, Granada) 80 (16).

ROVERSIO (BRA, Osasuna) 78 (16).

DIEGO ALVES (BRA, Valencia) 73 (12).

JOÃO VICTOR (BRA, Mallorca) 50 (10).

PAULO ASSUNÇÃO (BRA, Atlético) 46 (9).

MAXWELL (BRA, Barcelona) 40 (7).

JÚLIO CÉSAR (BRA, Málaga) 25 (4).

HENRIQUE (BRA, Granada) 20 (6). EFE