Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Magnano define junho como mês de preparação para Londres

Por Da Redação 20 dez 2011, 07h29

Eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) como melhor técnico de esportes coletivos de 2011, na noite da última segunda-feira, o argentino Rubén Magnano, comandante da Seleção de basquete, prevê um desafio ainda maior no ano que vem. Para ele, o desempenho terá que ser melhor do que o apresentado no Pré-Olímpico de Mar Del Plata, onde o país conseguiu voltar às Olimpíadas após 16 anos.

No discurso feito após receber a honraria, ele lembrou que agora os atletas terão de se superar ainda mais. ‘O desafio, daqui para frente, será ainda maior para nós’, declarou.

O treinador revelou ainda que não tem como iniciar a preparação no que diz respeito a treinamentos, devido à obrigação dos jogadores com seus respectivos times, e definiu junho como prazo para começo das atividades.

‘Eles estão envolvidos com seus clubes, seja no Brasil, na NBA ou na Europa, então fica difícil de falar sobre a Olímpiada. Devemos reuní-los no princípio de junho (de 2012) para focar nesse aspecto’, comentou, exemplificando a rotina mirando Londres-2012.

‘Quero fazer ao menos dez jogos internacionais de nível alto, para que consigamos chegar bem no dia 27 de julho (data de início da competição)’, completou, em entrevista ao Sportv.

Continua após a publicidade
Publicidade