Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Luciano Correa derrota judoca cubano no golden score e leva o ouro

Poucos minutos depois de Rafael Silva perder para o cubano Oscar Brayson, na disputa pela medalha de ouro para judocas acima de 100kg, o Brasil foi vingado por Luciano Correa. Na decisão da categoria que reúne atletas de até 100 kg, o brasileiro derrotou Oreydi Despaigne, também de Cuba, e conquistou o título dos Jogos Pan-americanos de Guadalajara.

A vitória de Luciano Correa foi sofrida, assegurada apenas no golden score. Após a igualdade de um yuko para cada lado (ambos motivados por punições), no desempate o brasileiro foi mais agressivo, forçou uma nova penalização para Despaigne e ratificou o triunfo com um wazari.

‘Estava engasgado, já que perdi a semifinal do Pan do Rio de Janeiro para ele. Desta vez, a minha estratégia deu certo’, vibrou Luciano, em entrevista à TV Record, satisfeito com a arbitragem. ‘As punições na luta foram justas. No golden score, consegui empurrá-lo para fora da área de luta, e a árbitra viu que ele estava fugindo.’

O brasileiro sabia que a luta seria complicada, pois tinha perdido seus três combates anteriores com o judoca cubano. Aliviado pelo triunfo, ele fez questão de citar parentes e amigos. ‘Fiquei seis meses afastado por causa de uma lesão no ombro. Aproveito a oportunidade para agradecer aos meus pais, que estão em Brasília, à namorada Joanna Maranhão [nadadora brasileira], que eu amo, e a todas as pessoas que me apoiaram. Essa medalha é de vocês.’