Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Loco Abreu brilha, faz três, e Botafogo vence o Bangu

Por Da Redação 21 abr 2012, 21h04

Por Sílvio Barsetti

Rio – O atacante Loco Abreu desequilibrou, fez três gols e levou o Botafogo à final da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Neste sábado, o time alvinegro derrotou o Bangu por 4 a 2 no Engenhão e agora espera o resultado do confronto deste domingo, entre Flamengo e Vasco, para saber quem vai ser o seu adversário na final do turno. O vencedor da Taça Rio enfrenta o Fluminense na decisão do Carioca.

Destaque da partida, Loco Abreu, no entanto, teve de amargar a quinta cobrança seguida de pênalti sem sucesso. Chutou a bola para fora, quando o time vencia por 3 a 2.

Muito superior, o Botafogo se impôs logo de início, com ataques rápidos e objetivos, mas falhava nas conclusões. Com atuação destacada de Renato e Andrezinho e boa movimentação de Loco Abreu, a equipe chegava com facilidade à área do Bangu. O placar ainda estava zerado quando Santiago cortou cruzamento com o braço, dentro da área. O juiz ignorou a infração e não marcou pênalti para o Botafogo.

O Bangu não ameaçava, parecia acuado. O primeiro gol do Botafogo surgiu após cobrança de escanteio, em que Marcelo Mattos desviou de cabeça e deixou Loco Abreu, livre, para concluir. Em desvantagem, o Bangu se descontrolou e passou a cometer muitas faltas. Com 2 minutos de jogo, no segundo tempo, Loco Abreu, de cabeça, ampliou.

Depois disso, o jogo estava morno e o lateral Lucas, do Botafogo, tratou de dar emoção à semifinal da Taça Rio. Sem marcação, ele desviou cruzamento de cabeça e fez gol contra.

Loco Abreu então teve de ser acionado novamente para marcar o terceiro, ao aproveitar lançamento perfeito de Maicosuel. Numa outra falha individual, desta vez do goleiro Jefferson, Sérgio Júnior diminuiu para o Bangu. Empurrado por sua pequena torcida, o time alvirrubro se mandou para a frente e deixaram brechas na defesa. Numa arrancada de Lucas pela direita, o zagueiro Fernando Lopes cometeu pênalti. Loco Abreu pegou a bola com autoridade. Não poderia perder pela quinta vez consecutiva. Mas chutou muito mal. No final, num contra-ataque veloz, Maicosuel definiu o placar.

FICHA TÉCNICA:

BANGU 2 X 4 BOTAFOGO

Continua após a publicidade

BANGU – Willian Alves; China, Raphael, Santiago (Fernando Lopes) e Renan Oliveira; Oliveira (Tiano), André Barreto, Thiago Galhardo e Gabriel Galhardo (Gedeilson); Fabinho e Sérgio Júnior. Técnico – Cleimar Rocha.

BOTAFOGO – Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato (Maicosuel), Elkeson (Caio), Andrezinho e Fellype Gabriel; e Loco Abreu (Herrera). Técnico – Oswaldo de Oliveira.

GOLS – Loco Abreu, aos 39 minutos do primeiro tempo. Loco Abreu, aos 2 e aos 14, Lucas (contra), aos 7, Sérgio Júnior, aos 25, e Maicosuel, aos 46 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Eduardo Cordeiro Guimarães.

CARTÕES AMARELOS – Márcio Azevedo, Raphael, Oliveira, Thiago Galhardo, Sérgio Júnior, Fábio Ferreira, Maicosuel, Fellype Gabriel, André Barreto.

CARTÃO VERMELHO – Thiago Galhardo.

RENDA – R$ 243.235,00.

PÚBLICO – 15.757 pagantes.

LOCAL – Engenhão.

Continua após a publicidade
Publicidade