Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liedson admite estar ‘longe’ da boa fase de 2011

Por Fábio Hecico

São Paulo – Sem mostrar a mesma eficiência do ano passado, Liedson admitiu nesta quinta-feira que ainda está “longe” de exibir o mesmo futebol de 2011, quando foi artilheiro do Corinthians no vice-campeonato paulista e na conquista do Brasileirão.

“Ainda estou longe de ser o Liedson do ano passado. Estou trabalhando para voltar a fazer como em 2011. Aos poucos vou me superando”, afirmou o atacante, que marcou um dos seis gols corintianos na vitória sobre o Deportivo Táchira, no Pacaembu.

O atacante, no entanto, levou um susto antes de correr para comemorar seu primeiro gol em quatro jogos, no Paulistão e na Copa Libertadores. Ele desperdiçou cobrança da falta, defendida pelo goleiro Rivas, mas aproveitou o rebote e não desperdiçou.

“Fico feliz por ter marcado, mas não gosto de bater pênalti. Não é meu forte”, confessou o atacante. “É que não sei bater, já tive experiências [negativas] em Portugal e, de lá para cá, decidi não bater mais. Não é trauma. Apenas prefiro que os gols saiam naturalmente”.

Liedson reconheceu que ainda não sabe explicar porque caiu tanto de rendimento neste ano. “É difícil explicar, mas na parte física voltei muito bem. Se a parte técnica tivesse acompanhado a física, já estaria cheio de gols neste ano. Quem nunca passou uma fase como a minha? Tenho de continuar me dedicando e esperar que a fase volte”.

A má fase, porém, não deverá atrapalhar a renovação do seu contrato com o Corinthians. “Quero continuar, já tivemos a primeira reunião e as duas partes mostraram interesse”, revelou o atacante, cujo contrato se encerra no fim de julho. “Não falamos de número nem de valores. Só conversamos para saber o que as duas partes queriam e ficou claro que o Corinthians quer e eu também quero. É uma questão de tempo”, afirmou.