Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Lesão na coxa afasta Ganso por pelo menos um mês

Por Da Redação 8 set 2011, 18h42

Por Sanches Filho

Santos – Paulo Henrique Ganso sofreu lesão de grau dois no músculo posterior da coxa esquerda e vai desfalcar o Santos de quatro a seis semanas. O meia se contundiu no começo do amistoso da seleção brasileira contra Gana, segunda-feira, em Londres, e foi submetido a exame de diagnóstico por imagem nesta quinta-feira. O resultado apontou ruptura de fibras. Embora Muricy Ramalho não permita que os médicos estabeleçam prazo de recuperação de jogadores, o tratamento desse tipo de problema físico costuma demorar de 30 a 45 dias.

Elano é outro desfalque certo por contusão para o jogo contra o Cruzeiro, sábado às 18h, na Vila Belmiro. O meia sofreu lesão no bíceps da coxa direita contra o Avaí e já iniciou o tratamento. A sua recuperação será mais rápida, em aproximadamente duas semanas. Henrique também está machucado (torceu o joelho esquerdo), mas tem chance de se recuperar a tempo de ser escalado para o jogo contra os mineiros.

Agora são seis jogadores no departamento médico: Pará, Arouca, Henrique, Elano, Paulo Henrique Ganso e Ibson. Como Danilo e Adriano receberam o terceiro cartão amarelo e vão cumprir suspensão, Muricy enfrenta dificuldades para escalar o meio-de-campo. Em compensação, Durval cumpriu suspensão no jogo de quarta-feira e tem retorno assegurado.

Se Henrique não for liberado pelo departamento médico, Possebon, recuperado de inflamação no púbis, formará a dupla de volantes com Anderson Carvalho. Como nos jogos contra o Internacional e Avaí, Muricy deverá escalar o ataque com Alan Kardec e Borges e manter Neymar mais recuado, na meia, ao lado de Felipe Anderson.

O time mais provável para sábado é Rafael; Crystian, Edu Dracena, Durval e Léo; Henrique (Possebon), Anderson Carvalho, Felipe Anderson e Neymar; Alan Kardec e Borges.

Continua após a publicidade
Publicidade