Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Leão ‘culpa’ juiz e Neymar por queda do São Paulo

Por Da Redação 30 abr 2012, 08h46

Por AE

São Paulo – Apesar da derrota por 3 a 1 para o Santos, em partida disputada no domingo no Estádio do Morumbi, o técnico Emerson Leão aprovou a atuação do São Paulo na semifinal do Campeonato Paulista. Para o treinador, porém, o atacante Neymar, que marcou os três gols santistas, e o árbitro Paulo César de Oliveira, que teria se equivocado ao marcar um pênalti para o adversário, foram decisivos para a queda são-paulina.

“Ele está sendo muito infeliz com o São Paulo. Parece que ficou numa geladeira alguns anos, afastado de apitar jogos do nosso time. Tem dias em que a infelicidade bate. Mas temos um sabor muito grande para perdoar”, disse Leão, avaliando que o pênalti marcado a favor do adversário, logo no início da partida, foi muito discutível.

O treinador reconheceu também que o talento de Neymar foi mais uma vez decisivo para um triunfo do Santos. “Foi um derrota nossa, tivemos uma boa performance dentro da nossa infelicidade, dos erros. Hoje (domingo)é um dia não para esquecer, pois perdemos para uma equipe que tem um craque fora de série”, completou Leão.

O técnico também elogiou o desempenho do São Paulo, mas reconheceu que o time cometeu alguns erros decisivos para a eliminação. “Amassamos o adversário, mas não conseguimos. É o tipo de jogo que faz com que todo torcedor venha mais ao estádio, pois são dois times se empenhando pela vitória em um dia chuvoso, conturbado”, ressaltou o treinador.

Fora do Campeonato Paulista, o São Paulo se concentra agora na Copa do Brasil. Na quarta-feira, a equipe vai enfrentar a Ponte Preta em Campinas, no jogo de ida das oitavas de final do torneio.

Continua após a publicidade
Publicidade