Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lateral Adriano quer continuar no Barça: ‘ainda tenho muito a fazer no clube’

Barcelona, 17 mai (EFE).- Titular do Barcelona na reta final da temporada, depois que o francês Eric Abidal teve que se submeter a um transplante de fígado, o lateral-esquerdo Adriano afirmou nesta quinta-feira que sua intenção é continuar na equipe espanhola, à qual chegou há dois anos contratado junto ao Sevilla.

‘Estou muito bem aqui, à vontade, e vivo o melhor momento da minha carreira desde que cheguei ao Barcelona. Minha decisão é continuar no clube na próxima temporada, ainda tenho muito a fazer no clube’, disse o ex-jogador do Coritiba, que ainda tem dois anos de contrato.

O Barça há tempo que segue de perto o lateral Jordi Alba, do Valencia, como possível substituto de Adriano, que não se importa em elogiar o possível concorrente.

‘Gosto do Jordi Alba como jogador, ele é muito bom. Defende bem e quando sobe também pode dar trabalho ao adversário, além de tecnicamente tem muita qualidade. Se contratação de for mesmo fechada, que seja bem-vindo’, comentou.

Adriano também falou da final da Copa do Rei, que o Barcelona disputará contra o Athletic Bilbao no próximo dia no estádio Vicente Calderón. Segundo ele, a ansiedade dentro do elenco é grande, e a espera de mais de dez dias entre o fim do Campeonato Espanhol e a partida em Madri incomoda.

‘A espera está sendo um pouco longa. Parece que a temporada acabou, mas para nós não é assim. Não estamos competindo e temos que colocar as pilhas outra vez, sentirmos de novo a competição. Mas a equipe está treinando bem e em breve estará preparada’, destacou.

Na final, o Barça não poderá contar com o outro lateral brasileiro do elenco. Daniel Alves fraturou a clavícula no treino de quarta-feira, teve que ser operado e por isso ficará até oito semanas afastado dos gramados.

‘É uma lástima o que aconteceu com Daniel Alves, porque além de tudo aconte em uma jogada na qual parecia que não tinha acontecido nada. Mas em outros anos foi igual, tivemos a defesa desfalcada, e mesmo assim a equipe teve bons resultados em finais e foi campeão’, lembrou Adriano, que espera que o empate em 2 a 2 com o Betis, no encerramento do Espanhol, não tenha sido o último jogo do compatriota com a camisa azulgrená.

‘Sempre disse que, para mim, é o melhor lateral direito com que joguei. Se vai sair ou não, já não depende de mim. Mas gostaria que se ficasse, porque é um jogador muito importante e, se ficar, tenho certeza de que continuará mantendo o nível que tem agora’, finalizou. EFE