Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lanzini alerta sobre Riquelme antes do Flu pegar o Boca

Por AE

Rio – Revelado pelo River Plate, o meia Lanzini está próximo de reencontrar o Boca Juniors, rival do Fluminense na próxima quarta-feira, no Estádio de La Bombonera, em Buenos Aires, no confronto que fechará a segunda rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores. E o jogador argentino já demonstrou preocupação com Riquelme, ídolo e principal astro da equipe portenha, famosa também pela tradição que possui na competição continental.

O clima de intensa pressão que será enfrentado pelo Fluminense também foi destacado por Lanzini, que ressaltou a importância de o time não dar espaço ao principal cérebro do time argentino. “Dentro do campo, é possível ouvir as pessoas, pois a distância do gramado para a arquibancada é muito pequena. O Boca começa a marcar lá na frente e tenta ficar no campo de ataque o tempo todo. Não podemos deixar a bola chegar tranquila para o Riquelme. Também precisamos evitar o cruzamento para os atacantes, principal jogada deles”, disse o jogador, em entrevista reproduzida pelo site oficial do Fluminense.

E Lanzini, hoje considerado um reserva do time dirigido por Abel Braga, espera poder contribuir com a sua experiência em clássicos contra o Boca, sendo que foi derrotado pelo rival no único jogo que disputou no “caldeirão” de La Bombonera. “Joguei muitas partidas contra eles porque foram vários encontros nas categorias de base. Na Bombonera foi só uma vez e a única derrota. É difícil ganhar lá, mas o nosso grupo do Fluminense é ótimo e pode vencer, sim. Dentro de campo, vamos buscar”, enfatizou.

O meia argentino ainda revelou que enfrentou um momento de grande tensão quando foi defender o River Plate em La Bombonera, quando ainda era um aspirante ao time profissional da equipe argentina. No caminho para o estádio, no bairro de La Boca, ele sofreu com a fúria dos torcedores do time adversário. “Nós tivemos que ficar em pé, no corredor do ônibus, porque os torcedores jogaram de tudo no vidro. A pressão é grande porque, na Argentina, River contra Boca é como o Fla-Flu, uma rivalidade enorme”, ressaltou.

O Fluminense estreou nesta Libertadores derrotando o Arsenal, da Argentina, por 1 a 0, no Engenhão, no Rio, e antes de encarar o Boca volta a campo pelo segundo turno do Campeonato Carioca neste sábado, às 18h30, contra o Nova Iguaçu, em Volta Redonda. Como o time conquistou a Taça Guanabara e já se garantiu ao menos em uma eventual final da competição estadual, o técnico Abel Braga deverá voltar a poupar titulares visando o confronto da próxima quarta-feira.