Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Kaká agradece Mourinho e diz querer ser decisivo

Por Da Redação - 6 out 2011, 19h09

Por AE

Madrid – Bastaram três jogos seguidos como titular, sempre jogando bem, para que Kaká voltasse a ocupar papel de destaque no Real Madrid. De moeda de troca da equipe, o brasileiro se tornou peça-chave no esquema do técnico José Mourinho e vem acumulando elogios inclusive da imprensa espanhola. Kaká também já se mostra mais seguro de que vai dar a volta por cima.

“Creio que vou triunfar com o Real Madrid. Estou muito feliz aqui e quero voltar a ser decisivo. Tenho que seguir melhorando”, disse o jogador, em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo site oficial do clube madrilenho.

Sempre sincero, o brasileiro isentou o clube de qualquer culpa por sua má fase nos últimos dois anos, quando acumulou problemas físicos e más atuações. De acordo com ele, quando perguntado pelo presidente Florentino Pérez qual era seu problema Kaká respondeu que era ele mesmo.

Publicidade

“Fisicamente não estava bem. As coisas não saiam. Eu me sentia como um robô em campo, era muito previsível, tudo era muito mecânico”, avaliou Kaká. “Mas Mourinho sempre confiou em mim. Me dizia coisas, me ajudou, me chamava, me pedia paciência, tranquilidade”, revelou o brasileiro, que se diz em dívida com o Real Madrid.

As boas atuações, ainda que poucas, ainda não fazem Kaká pedir uma vaga na seleção. Mas essa é uma das suas metas. “Tenho objetivos pessoais. A princípio, o primeiro passo para voltar a jogar é ter uma sequência de boas partidas. Merecer voltar à seleção é outra das minhas metas”, comentou.

Publicidade