Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juventude do Universidad do Chile desafia a tradição do Boca Juniors

São seis títulos da Copa Libertadores da América em campo. No entanto, todos apontam para um único lado: o do Boca Juniors, que recebe o Universidad do Chile, nesta quinta-feira, às 20h15 (de Brasília), em La Bombonera, em Buenos Aires (Argentina), pela ida das semifinais da competição continental. A missão dos chilenos, que, com a sua juventude, conquistaram a Copa Sul-Americana da última temporada e despontaram como uma das maiores pontências sul-americanas dos últimos anos, é a de desbancar a tradição xeneize.

O técnico do Boca, Julio César Falcioni, foi surpreendido com um desfalque de última hora: o lateral esquerdo Clemente Rodríguez sofreu uma lesão e está fora desta partida. Para o seu lugar, o treinador do Boca Juniors usará o jovem Sánchez Miño. Já no ataque, a dúvida fica por conta de quem será o companheiro de Santiago Silva na grande área: Mouche e Cvitanich disputam esta vaga, sendo que o primeiro vive melhor fase e tem maiores chances de começar jogando.

Riquelme, meia e um dos maiores ídolos xeneizes, afirmou que confia totalmente no grupo argentino, dando também a receita que sua equipe precisa para avançar à final da Libertadores. ‘Nós confiamos muito no que temos, em nosso estádio e em nossos torcedores. Se o Boca conseguir controlar a partida, eles vão ter que se defender. Agora, se nós dermos a bola para eles, vão atacar’, estudou Riquelme. ‘Esta é uma semana diferente, em que nós estamos misturando alegria e ansiedade, e isso é bom’, acrescentou.Já o técnico do Universidad do Chile, Jorge Sampaoli, preferiu exaltar o rival. No entanto, o treinador da La U afirmou que seus comandados irão buscar o jogo. ‘Jogaremos uma partida muito importante que pode nos dar a oportunidade de ir para a final da Libertadores. O Boca é um grande rival e que aproveita muito bem as chances que tem, mas nós devemos sair para o jogo e buscar a vitória’, disse Sampaoli.

Sampaoli também aproveitou para agradecer o apoio que tem recebido dos torcedores, que, de acordo com as informações do site oficial do clube chileno, já esgotaram todos os ingressos para o jogo da volta, em Santiago (Chile). ‘É importante o apoio. Nós estamos agradecidos, porque eles (torcedores) nos acompanham em todos os lugares que jogamos’, comemorou o treinador.