Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Judô brasileiro ganha ouro, prata e bronze no Pan no primeiro dia da modalidade

O judô brasileiro começou muito bem a disputa dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Com o objetivo de subir ao pódio nas categorias, o Brasil atingiu a parte inicial do objetivo ao ganhar medalha nas três disputas realizadas nesta quarta-feira. No primeiro dia de competições, levou um ouro, uma prata e um bronze.

Na categoria meio-pesado (atletas de até 100 kg), Luciano Corrêa fez um combate duríssimo na final com o cubano Oreydi Despaigne. Após empate no tempo regulamentar de cinco minutos, a decisão foi para o golden score. O brasileiro venceu graças à punição recebida pelo adversário. Assim, o judoca de 28 anos, campeão mundial em 2007 e medalhista de bronze no Pan do Rio, chegou ao ouro em Guadalajara. Antes da final, disputou três lutas: venceu por ippon o porto-riquenho Carlos Santiago, o norte-americano Kyle Vashkulat e o mexicano Sergio Garcia.

Em entrevista à TV Record, o atleta comemorou bastante o ouro. “Estava engasgado com o cubano. Ele ganhou de mim na semifinal do Pan do Rio. Estudei bastante o adversário e deu certo a minha estratégia. No golden score, a árbitra viu que ele estava fugindo da luta e me deu o ponto”, disse o judoca, namorado da nadadora brasileira Joana Maranhão, também medalhista no Pan.

Outro brasileiro que disputou final nesta quarta-feira foi Rafael Silva, na categoria pesado (acima de 100kg). Para chegar na decisão, ele derrotou o norte-americano James Turner Jr. e o mexicano Ramon Enrique – ambos por ippon. Na luta pelo ouro, perdeu para o cubano Oscar Brayson por um wazari e ficou com a prata.

Também nesta quarta-feira, Maria Suelen Altheman estreou na categoria pesado (acima de 78kg) com uma vitória sobre a venezuelana Giovanna Blanco. Perdeu na sequência para a porto-riquenha Melissa Mojica. Na disputa do bronze, a brasileira de apenas 23 anos bateu a norte-americana Molly O’Rourke com um ippon e também conseguiu subir ao pódio – o ouro foi para a cubana Idalys Ortiz.