Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogadores do Vasco criticam vaias dos torcedores e pedem apoio

A derrota para o Cruzeiro em São Januário fez com que a torcida do Vasco voltasse a criticar jogadores e o técnico Cristovão Borges. O atacante Éder Luís, um dos mais vaiados contra os mineiros, afirmou que a exigência dos torcedores pode atrapalhar a equipe dentro de campo. O atleta ressaltou que um time nervoso normalmente é batido pelo adversário.

‘É simples, pois quando tem alguém no pé, exigindo, a pessoa fica um pouco perdida, querendo resolver rápido. Contra um time inteligente como o Cruzeiro, 90% das vezes acontece a derrota. Acho difícil mudar a cabeça do torcedor. Se não apoiar, as coisas ficam ainda mais complicadas’, disse.

O zagueiro Rodolfo concordou com seu companheiro e ressaltou que os cruzmaltinos precisam do apoio da torcida em São Januário. O defensor lembrou que os jogadores estão trabalhando dentro de campo sempre para buscar os três pontos.’A gente precisa do apoio da torcida durante os jogos. Tem que ser o nosso camisa 12 em qualquer situação. Eles têm que saber que estamos correndo e nos dedicando. Eles têm que pensar um pouquinho. Um aplauso é melhor que uma vaia’, declarou.

O Vasco terá a semana para trabalhar visando o confronto contra a Ponte Preta, neste sábado, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Para esta partida, o técnico Cristovão Borges deverá ter a volta do meia Juninho Pernambucano, que ficou de fora contra o Cruzeiro por conta de uma gripe.