Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

João Havelange renuncia a cargo no COI (imprensa)

Por Nelson Almeida 4 dez 2011, 19h45

O dirigente esportivo brasileiro João Havelange, ex-presidente da Fifa, renunciou a seu cargo no Comitê Olímpico Internacional (COI), alegando motivos de saúde, informou a imprensa internacional neste domingo.

Havelange, de 95 anos, membro do COI desde 1963, renunciou dias antes de o comitê de ética da entidade anunciar uma decisão sobre seu suposto envolvimento em casos de corrupção, na próxima quinta-feira.

A BBC inglesa lembrou em seu site que seu programa ‘Panorama’ revelou, em 2010, que o dirigente aceitou dinheiro de uma empresa que queria ser favorecida em licitações no mundo do futebol. “Com a renúncia, o processo disciplinar contra Havelange está encerrado”, apontou a BBC.

Havelange corria o risco de ser punido ou expulso do COI. Antecessor do atual presidente da Fifa, Joseph Blatter, ele ficou à frente da entidade por 24 anos, de 1974 a 1998.

Ex-nadador e jogador de polo aquático, João Havelange disputou duas olimpíadas, Berlim-1936 e Helsinque-1952.

Continua após a publicidade
Publicidade