Clique e assine com 88% de desconto

Jô se mostra feliz com fase no Galo; Kalil reclama de arbitragem

Por Da Redação - 10 jun 2012, 11h42

Na noite de estreia do armador Ronaldinho Gaúcho com a camisa do Galo, brilhou a estrela do atacante Jô, que anotou o gol da vitória do Atlético-MG, em cima do Palmeiras, no Pacaembu. Foi o segundo gol do jogador em dois jogos pelo Galo, que revelou estar feliz atuando pelo clube mineiro. Segundo ele, isso ajuda muito dentro de campo, para que o futebol apareça com mais facilidade.

‘Eu me sinto feliz, consegui dar essa vitória para Atlético-MG, e a gente pode curtir a liderança agora’, disse Jô, que reclamou do gol anulado pelo árbitro gaúcho Márcio Chagas da Silva, que enxergou uma falta do jogador atleticano em cima do zagueiro Henrique. ‘O gol foi mal anulado, não sei onde ele viu a falta. Mas o mais importante é a determinação que o time está tendo’, completou.

Quem também reclamou do gol anulado foi o presidente do Galo, Alexandre Kalil. O dirigente postou mensagem no Twitter afirmando que a arbitragem ‘parecia coisa encomendada’, e garantindo que Márcio Chagas da Silva não apita mais jogos do Atlético.

‘Um absurdo! Parecia coisa encomendada. Esse não apita mais’, postou Kalil. O segundo tento anulado foi marcado pelo zagueiro Rafael Marques, que aproveitou rebote do goleiro Bruno após cobrança de falta de Ronaldinho, mas foi marcado impedimento na jogada.

Publicidade