Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Itália perde para a Macedônia e está novamente fora da Copa do Mundo

Assim como há quatro anos, Azzurra frustou sua torcida e não conseguiu passar da repescagem. Macedônios buscarão façanha diante de Portugal

Por Da Redação 24 mar 2022, 19h08

A Itália deu mais um vexame na repescagem e está fora da Copa do Mundo, pela segunda vez consecutiva. Todos esperavam uma dramática decisão de vaga no segundo jogo diante de Portugal, mas a Azzurra acabou eliminada ainda no primeiro duelo da repescagem europeia, com derrota por 1 a 0 para a Macedônia do Norte, com gol de Aleksandar Trajkovski, nos acréscimos, em pleno Estádio Renzo Barbera, em Palermo, na noite desta quinta-feira, 24.

Apenas nove meses depois de surpreender os favoritos e erguer a Eurocopa em Wembley, diante da Inglaterra, a seleção italiana parou na forte defesa do país balcânico e, assim como em 2017, diante da Suécia, em Milão, decepcionou diante de sua própria torcida. A Macedônia do Norte, por sua vez, vai em busca de sua primeira participação em Copas. Para isso, precisará vencer Portugal, que nesta tarde superou a Turquia, em Porto, na próxima terça-feira, 29.

Desfalcada de seus zagueiros titulares, Leonardo Bonucci e Giorgio Chiellini, convocados, mas ainda se recuperando de lesão, e do atacante Federico Chiesa, fora com grave lesão, a Itália atacou do início ao fim, mas sofreu muito para furar a retranca adversária.

Na primeira etapa, foram 16 finalizações contra uma, mas quase sempre bloqueadas pela defesa. Na melhor oportunidade, o goleiro Dimistrievski saiu jogando errado, mas conseguiu retornar à meta a tempo de defender o chute de Berardi. Immobile e Verratti também assustaram em chutes travados ou para fora.

Na segunda etapa, o desespero foi tomando conta da torcida siciliana e da equipe da casa. Aos 33 minutos, Raspadori passou perto em chute raspando o travessão.

Mesmo sem seus principais jogadores – o veterano Goran Pandev, que se aposentou da seleção após a Eurocopa 2020, e o meia Elif Elmas, do Napoli, suspenso- , a Macedônia fez história com Aleksandar Trajkovski, aos 47 do segundo, em chute certeiro da entrada da área. A Itália terminou o jogo com 32 finalizações, nenhuma nas redes.

Campeã em 1934, 1938, 1982 e 2006, a Itália coleciona fracassos desde o último título. Em 2010 e 2014, foi eliminada na primeira fase. Ausente em 2018 e 2022, amargará ao menos 12 anos sem disputar um Mundial.

Italianos buscam vaga na final da repescagem europeia -
Florenzi durante vexame da Itália em Palermo VEJA
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)