Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Internacional enfrenta Cruzeiro-RS, único invicto do Gauchão

Por Da Redação 14 fev 2012, 15h29

O Internacional tem a chance de garantir a liderança de seu grupo e a classificação antecipada à próxima fase da Taça Piratini nesta quarta-feira. Basta não perder, e o jogo é no Beira-Rio. O adversário, porém, será osso duro de roer: o Cruzeiro-RS é o dono da melhor campanha do Gauchão, e só não está classificado porque perdeu seis pontos no tapetão após escalar o atacante Jô de forma irregular na primeira rodada.

Em seis jogos, foram quatro vitórias e dois empates. O Estrelado é o único time que ainda não perdeu no estadual. Ninguém ganhou mais vezes que ele até agora, mesmo que tenha jogado uma vez a menos que todas as equipes, à exceção do Inter. De quebra, tem o melhor ataque da competição (13 gols), ao lado de Grêmio e Veranópolis, e a melhor defesa (três gols sofridos), ao lado do Novo Hamburgo.

A boa campanha não é novidade. Depois de três décadas fora da Primeira Divisão gaúcha, o Cruzeiro subiu em 2010. Em 2011, em sua volta, foi o quarto colocado. Acabou eliminado pelo Grêmio nos dois turnos: na Taça Piratini, levou 4 a 2 no Olímpico; na Taça Farroupilha, perdeu por 3 a 2. Ambos os jogos ocorreram pelas semifinais.

Mesmo assim, o time da zona leste de Porto Alegre foi uma pedra no sapato da Dupla Gre-Nal. Foi a única equipe que venceu tanto Grêmio como Inter no Gauchão. O Colorado foi batido na partida inaugural do campeonato, por 1 a 0. O Tricolor caiu na estreia da Taça Farroupilha: 2 a 0, no Olímpico. A maior façanha, no entanto, foi eliminar o Inter dentro do Beira-Rio na Taça Piratini, nos pênaltis (o Colorado atuou com time sub-23 na oportunidade).

O Cruzeiro ainda tenta reverter a punição que lhe retirou seis pontos neste Gauchão. Caso tivesse seus 14 pontos conquistados em campo, estaria na liderança do Grupo 2. Com apenas oito pontos, precisa vencer o Inter, o Juventude no sábado, e ainda torcer por derrotas de seus adversários para conseguir a vaga. No Beira-Rio, o técnico Beto Campos terá à disposição todos os titulares.

Continua após a publicidade

Publicidade