Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Inter vence clássico, impede que Milan assuma a ponta e já ameaça

Por Da Redação 15 jan 2012, 19h37

Redação Central, 15 jan (EFE).- Depois de um começo de Campeonato Italiano para se esquecer, em acumulou maus resultados e se aproximou da zona de rebaixamento, a Inter de Milão reagiu e se colocou a seis pontos do topo da tabela neste domingo ao vencer o clássico contra o Milan por 1 a 0 no estádio de San Siro.

Com um sistema defensivo muito bem postado, a Inter anulou as principais jogadas do rival e alcançou o quinto triunfo consecutivo, chegando aos 32 pontos, cinco a menos que os ‘rossoneri’, vice-líderes, e seis a menos que a Juventus, primeira colocada.

O técnico do Milan, Massimiliano Allegri, optou por um ataque com Alexandre Pato e Ibrahimovic, deixando Robinho no banco. O outro brasileiro do elenco, Thiago Silva, compôs a dupla de defesa habitualmente titular com Nesta.

No time ‘nerazzurri’, Claudio Ranieri se mostrou um especialista em bater o rival, que havia perdido pela última vez no San Siro para a Roma, na época dirigida exatamente pelo italiano. Ele desta vez contou com força máxima na defesa, incluindo os brasileiros Julio César, Maicon e Lúcio.

Foi um jogo feio. Pouco atrativo e com um primeiro tempo sem boas jogadas, especialmente por parte da Inter. As emoções ficavam apenas por conta do nervosismo dos atletas, como Thiago Motta e Ibrahimovic, que deixaram o campo para o intervalo discutindo.

A equipe de Ranieri optou por continuar retrancada na etapa final, saindo apenas ‘na boa’. E ‘a boa’ apareceu aos nove minutos, quando Diego Milito aproveitou falha de Abate, dominou e chutou cruzado no canto esquerdo do goleiro Abbiati.

Continua após a publicidade

O gol tornou a Inter ainda mais defensiva e fez o Milan pisar no acelerado, inclusive com a entrada de Robinho em campo no lugar de Zambrotta.

No entanto, a pressão do time de Allegri foi feita de maneira pouco organizada e quase sempre com chutes de fora da área. Seedorf, Ibra e Robinho tentaram, mas o primeiro parou em Julio César e os outros dois mandaram para fora.

A grande beneficiada pela derrota do Milan, além da própria Inter, foi a Juventus, que terminará a 18ª rodada na liderança mesmo sem passar de um empate em casa com o Cagliari.

A equipe de Turim até saiu em vantagem, logo aos sete minutos de jogo, com gol de Vucinic, mas Cossu igualou para os visitantes logo aos dois minutos da etapa final, e os anfitriões não tiveram forças para desempatar. Nos acréscimos, Krasic e Vidal perderam duas boas chances de fazer o segundo, mas falharam

Quarta colocada, com 33 pontos, e com a posição na zona de classificação para a Liga dos Campeões ameaçada pela Inter, a Lazio conquistou uma importante vitória por 2 a 0 sobre a Atalanta, no Estádio Olímpico de Roma.

Hernanes e Klose marcaram os gols do time do técnico Edy Reja, que teve que substituir o ex-jogador do São Paulo durante o duelo por conta de uma contratura na panturrilha.

A partida entre Napoli e Bologna nesta segunda-feira, no estádio San Paolo, dará sequência à rodada, que ainda tem uma partida pendente. Catania e Roma empatavam em 1 a 1 no Angelo Massimino até os 20 minutos do segundo tempo, quando o jogo teve que ser suspenso por conta do mau tempo. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade