Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inter quer bater o Strongest para não se complicar na Libertadores

Mesmo que tenham sido transcorridas apenas duas das seis rodadas da fase de grupos da Libertadores, o Internacional vê o confronto desta terça, contra o The Strongest, como decisivo. Terceiro colocado no Grupo 1, o Colorado busca vitória sobre os bolivianos, que lideram a chave, para não precisarem correr atrás do prejuízo na altitude de La Paz, no próximo dia 21.

O técnico Dorival Júnior terá um desfalque sério para a ‘decisão’, como os próprios dirigentes colorados classificam o jogo: o meia Andrés D’Alessandro sentiu dores musculares na coxa durante a partida contra o Santa Cruz-RS, no último sábado, e não poderá atuar. D’Ale já havia sido poupado de alguns treinos na semana passada, se queixando de desconforto justamente no mesmo local

A boa notícia é que o substituto vem tendo ótimo desempenho: o também argentino Dátolo entrou no lugar de D’Alessandro aos 10 minutos de jogo no sábado. Marcou um gol oito minutos depois e criou várias chances de perigo, se aproximando de Dagoberto e Leandro Damião na linha de frente. Seu estilo de jogo deixa o time mais veloz, embora com menos toque de bola.

Não apenas por D’Ale, o time que joga nesta terça-feira será bem diferente do que perdeu para o Santos na semana passada. Tinga e Dagoberto, que não jogaram na Vila Belmiro por terem se atrasado a um treinamento antes da partida, estão confirmados. A equipe deve ser a mesma que venceu o Santa Cruz-RS por 2 a 1 no sábado, com Dátolo no lugar de D’Alessandro

Quem parece viver novamente um bom momento é Leandro Damião. O centroavante, que chegou a ficar alguns jogos sem marcar no começo do ano, fez em Santa Cruz do Sul um golaço, anotando pelo quarto jogo seguido. Na Libertadores 2012 ele marcou o primeiro gol da campanha colorada, na vitória por 1 a 0 sobre o Once Caldas, ainda na pré-Libertadores.

O The Strongest vive momento curioso. A boa campanha até aqui na Libertadores contrasta com o péssimo desempenho no Campeonato Boliviano. Neste fim de semana, a equipe empatou no clássico com o Bolívar em 1 a 1 e terminou a rodada na 9colocação entre 12 participantes, faltando dois jogos para o fim. O aproveitamento da equipe é inferior a 30%, em um dos campeonatos mais fracos da América do Sul. A demissão do técnico Mauricio Soria surge como forte possibilidade nos próximos dias.

Já na Libertadores, em dois jogos, foram duas vitórias: 2 a 1 sobre o Santos e novamente 2 a 1 sobre o Juan Aurich, ambas na altitude de La Paz. Líder do grupo, com 6 pontos, o The Strongest considera o empate em Porto Alegre um ótimo resultado. A distância para o Internacional se manteria em três pontos, a equipe asseguraria a liderança passada metade da primeira fase e ainda enfrentará o Inter em casa, podendo ampliar a distância.

O destaque do time é o meia Pablo ‘Tigre’ Escobar, que atuou no futebol brasileiro por Ipatinga, Santo André, Mirassol, Ponte Preta e Botafogo-SP.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X THE STRONGEST

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 13 de março de 2012, terça-feira

Horário: 22h (horário de Brasília)

Árbitro: Antonio Arias (Paraguai)

Assistentes: Nicolas Yegros e Darío Gaona (ambos do Paraguai)

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Kleber; Guiñazu, Tinga, Dátolo e Oscar; Dagoberto e Leandro Damião.

Técnico: Dorival Júnior

THE STRONGEST: Vaca; Parada, Ojeda, Mendez e Torrico; Soliz, Chumacero, Lima e Cristaldo; Escobar e Melgar.

Técnico: Mauricio Soria