Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Iaaf descarta mudar regra que eliminou Bolt nos 100m

Por Da Redação 4 set 2011, 12h46

Por AE-AP

Daegu – A Federação Internacional das Associações de Atletismo (Iaaf, na sigla em inglês) descartou modificar a sua severa regra sobre as largadas em falso para os Jogos Olímpicos de 2012 após a comoção provocada pela desclassificação de Usain Bolt nos 100 metros no Mundial de Daegu. Presidente da Iaaf, Lamine Diack disse neste domingo que nenhum dos integrantes do comitê executivo da federação pediu uma reconsideração da regra.

Com a desclassificação de Bolt nos 100 metros, os críticos da regra, em que o atleta é eliminado se “queimar” a largada, ressaltaram o efeito negativo que teve deixar o maior astro do atletismo fora da mais esperada prova do Mundial. “Não vamos retomar o assunto da largada em falso”, disse Diack. “Bolt teve uma largada em falso, mas isso não nos forçará a realizar uma mudança”.

Alguns dirigentes defenderam que a Iaaf mudasse a regra para evitar o risco do problema se repetir no próximo ano em Londres. Já Bolt disse que aprendeu a lição e não exigiu uma mudança.

Até 2003, a regra permitia que cada corredor tivesse uma segunda oportunidade. Mas asmuitas largadas em falso atrasavam as competições. A primeira modificação permitiu uma largada em falso por prova de velocidade. Mas alguns atletas começaram a errar de forma deliberada, para desconcentrar rivais. Então, no ano passado, a Iaaf decidiu ser mais severa.

Continua após a publicidade
Publicidade