Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Homenagem a Marcos vira ponto turístico em estádio de Lençóis Paulista

Por Da Redação 5 jan 2012, 07h04

O estádio em que o ex-goleiro Marcos iniciou sua trajetória no futebol já não recebe mais partidas de futebol profissional. Com a indefinição em relação ao futuro do Lençoense, que se mudou para Bariri e agora está acertando seu retorno à cidade de origem, o campo do Archangelo Brega virou um local de aprendizado para crianças e ponto turístico de Lençóis Paulista, justamente por conta da passagem do pentacampeão.

‘Eu tento não deixar acabar (a atividade no estádio) e manter o que tinha de bom de quando existia futebol profissional aqui. Todo o trabalho aqui é feito em cima do nome do Marcos, porque é onde ele começou. O pessoal que vem ao estádio quer ver onde ele deixou a marca das mãos’, explica o ex-atacante Cláudio Abade, que atualmente é coordenador da liga amadora municipal e gerente do Archangelo Brega, o Bregão.

Atacante da equipe profissional do Lençoense na época em que Marcos estava na base do clube, Abade explica que o estádio recebe atualmente 180 crianças e adolescentes, entre 12 e 17 anos, que participam de aulas de futebol no local.

A homenagem ao ex-goleiro foi feita em 15 de setembro de 2002, quando uma placa registrou a visita do pentacampeão ao estádio e o declarou cidadão lençoense. Além disso, Marcos deixou a marca de suas mãos em um quadro de concreto. As recordações da festa estão posicionadas na direção do meio-campo do estádio, ao lado do vestiário de árbitros.

Porém, as instalações do Bregão sofrem com a ação do tempo. Os vestiários encontram-se sem condições de uso, necessitando de uma reforma. A parte coberta das arquibancadas está bem conservada, mas os outros setores precisam de restauração.

A expectativa é de que o local passe por uma reforma. O ex-presidente do Lençoense, Gumercindo Ticianelli Júnior, que é vereador da cidade, revela a existência de um projeto para a modernização do local, ainda sem data para ser colocado em prática. A ideia do ex-dirigente é de que Marcos compareça ao local para receber uma cópia da placa de cidadão lençoense.

‘Ele foi homenageado, mas ainda não recebeu a placa de cidadão e de mérito lençoense. Queremos fazer a entrega aqui no gramado. Até gostaríamos que o Marcos fosse mais presente em Lençóis, mas ele não tem laços de família aqui, e sim de amizade. Quem sabe no futuro o Marcão não seja parceiro do clube?’, afirmou Ticianelli, durante a visita da GE.Net ao local.

Continua após a publicidade
Publicidade