Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Henrique Barbosa atinge índice olímpico nos 200m peito

Por AE

Rio – Henrique Barbosa é o décimo brasileiro a garantir vaga na natação dos Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem. O nadador do Flamengo nadou a final dos 200 metros peito do Campeonato Brasileiro Sênior nesta quarta-feira, no Parque Maria Lenk, no Rio, com o tempo de 2min09s82, o sétimo do mundo no ano. É a segunda vez que ele nadou abaixo do índice de 2min11s74. Mas a sua primeira marca, atingida no Troféu Maria Lenk, em maio, foi perdida depois de o nadador ser pego no antidoping. Advertido, ele ficou fora do Mundial de Xangai e do Pan de Guadalajara.

O Campeonato Brasileiro Sênior começou nesta quarta-feira e tem como principal função classificar oito nadadores por prova para o Torneio Open de Natação, que começa quinta-feira e vai até domingo, também no Maria Lenk. As eliminatórias (Brasileiro) acontecem à noite e o Open (final) na manhã seguinte.

Barbosa é o segundo brasileiro a obter índice nos 200 metros peito. O primeiro havia sido Thiago Pereira, que agora tem a segunda vaga (2min10s79). Felipe Lima é outro que almeja a vaga, mas só os dois nadadores do País com o melhor tempo poderão ir a Londres. Além do Open, outros dois torneios são classificatórios: o Sul-Americano de Belém, em março de 2012, e o Troféu Maria Lenk, em maio.

Cesar Cielo também nadou nesta quinta-feira. Ele venceu a prova dos 100 m livre com o tempo de 48s52, tempo abaixo do índice olímpico, que ele já tem. Surpreendentemente, Bruno Fratus foi apenas o 11.º e está fora do Open, cuja final será na quinta-feira pela manhã.

Cielo explicou que para a atual fase da temporada, em que fez um bloco de treino de apenas seis semanas após o Pan-Americano de Guadalajara, sem descansar, o resultado foi bom, na casa dos 48 segundos. “Estou treinando bem forte neste fim de ano para voltar do Natal e ano-novo em melhor forma. Não dava para exigir muito e, por isso, foi bem bom. Estamos num bloco de treinamento que não dá para competir nadando muito rápido”, disse.