Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hamilton vence GP da Inglaterra pelo 3º ano e cola em Rosberg

Terceira vitória seguida do inglês em Silverstone o deixou a apenas um ponto do líder da competição

Lewis Hamilton venceu pela terceira vez consecutiva o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, neste domingo. Após conquistar a pole neste sábado, o atual campeão da Fórmula 1 não deu brechas para o azar e, mesmo com a chuva e o circuito molhado no início da corrida, foi um dos únicos a manter certa regularidade para fazer uma prova segura e diminuir a vantagem para o líder do campeonato, Nico Rosberg, para apenas um ponto.

Rosberg completou a prova em segundo lugar, o que deixaria a sua vantagem sobre Hamilton em quatro pontos, mas foi punido depois do fim da prova porque, segundo os comissários, comunicou-se de forma ilegal com a sua equipe pelo rádio. Com a penalidade, perdeu uma posição para Max Verstappen, da RBR.

LEIA TAMBÉM:

Hamilton diz que F1 está falida e que Moto GP é mais emocionante

Diante da chuva que pairou sobre o circuito de Silverstone neste domingo, os pilotos foram obrigados a ir aos boxes e trocarem seus pneus para intermediários ainda nas primeiras voltas. A pista molhada mais uma vez proporcionou aos fãs da categoria alguns acidentes, deslizes e outras situações que forçaram todas as equipes a adotarem ainda mais cautela durante o GP da Grã-Bretanha. Aproveitando toda essa irregularidade, o garoto Max Verstappen forçou a ultrapassagem sobre Nico Rosberg e assumiu a segunda posição, sinalizando que deve ser um dos principais carrascos da Mercedes nesta temporada.

A chuva deu uma trégua e aos poucos a pista acabou secando, forçando mais uma vez os pilotos a se dirigirem aos boxes para agora correrem com pneus médios. Após a corrida ficar um pouco mais estável, Nico Rosberg, que travava uma luta emocionante com Verstappen pela segunda colocação, conseguiu a ultrapassagem e mostrou mais uma vez que a Mercedes ainda segue muito superior em relação as demais equipes.

Enquanto isso, Lewis Hamilton seguia absoluto na ponta do grid, extremamente confortável com seus seis segundos à frente do seu companheiro de equipe. Kimi Raikkonen, que anteriormente sofreu com o traçado molhado chegando perto de ir parar na brita, travava uma disputa emocionante pela quinta posição com Sergio Perez. O mexicano da Force India mostrava resistência, mas não resistiu ao finlandês.

Já o tetracampeão mundial Sebastian Vettel teve um desempenho frustrante em Silverstone e teve de se contentar apenas com a nona colocação. O piloto da Ferrari, que na temporada passada foi o mais próximo de rivalizar com os carros da Mercedes, vem sofrendo neste ano para manter uma regularidade nas primeiras colocações do grid e anda perdendo espaço para os carros da Red Bull, principalmente depois da ida de Verstappen para a Red Bull.

Fato semelhante aconteceu com os companheiros de McLaren Jenson Button e Fernando Alonso, que terminaram na 12ª a 13ª posição, respectivamente. Felipe Massa também não conseguiu pontuar, já que teve de se contentar com a 11ª colocação em um fim de semana nada favorável para a Williams, que viu seu outro piloto, Valtteri Bottas, sair das pistas com um resultado ainda pior (14º).

Confira a classificação completa do GP da Grã-Bretanha:

1: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)

2: Max Verstappen (HOL/Red Bull)

3: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

4: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

5: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

6: Sergio Perez (MEX/Force India)

7: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)

8: Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso)

9: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

10: Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

11: Felipe Massa (BRA/Williams)

12: Jenson Button (ING/McLaren)

13: Fernando Alonso (ESP/McLaren)

14: Valtteri Bottas (FIN/Williams)

15: Felipe Nasr (BRA/Sauber)

16: Esteban Gutiérrez (MEX/Haas)

Não completaram a prova:

Pascal Wehrlein (ALE/Manor)

Jolyon Palmer (ING/Renault)

Rio Haryanto (IND/Manor)

Romain Grosjean (FRA/Haas)

Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Kevin Magnussen (DIN/Renault)

(Com Gazeta Press)