Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Guardiola tenta motivar jogadores do Barça para conquistar o Espanhol

Por Da Redação - 9 abr 2012, 17h11

Barcelona, 9 abr (EFE).- O treinador do Barcelona, Josep Guardiola, tentou nesta segunda-feira conter a euforia em torno de sua equipe após a queda da diferença para o líder do Campeonato Espanhol, o Real Madrid, que já foi de dez pontos e agora é de apenas quatro.

‘Disse a meus jogadores que, daqui até o final de temporada, eles têm que sorrir pouco e correr mais’, declarou Guardiola, que ainda considera o fato de tirar a liderança do time madrilenho ‘praticamente impossível’.

O treinador do Barça lembrou ultrapassar o Real após estar dez pontos atrás seria algo inédito, mas que, segundo ele, ainda é um sonho distante.

‘Ninguém na história do Campeonato Espanhol tirou dez pontos de vantagem para o Real Madrid. Além disso, quatro que eles têm de vantagem são muito valiosos’, comentou.

Publicidade

Guardiola disse que para reduzir a distância para o líder sua equipe teve que conseguir oito vitórias e que provavelmente terá de vencer os sete jogos restantes para ter alguma chance de obter o tetracampeonato.

‘Teríamos que ganhar 15 partidas seguidas. Sim, fizemos uma vez, mas a estatística diz que é mais provável que não possamos repetir o isso’, acrescentou o técnico.

Guardiola também fez elogios ao Chelsea, adversário nas semifinais da Liga dos Campeões, em partidas marcadas para os dias 18 e 24 deste mês, no Stamford Bridge e no Camp Nou, respectivamente.

‘O Chelsea pode nos eliminar, eles são capazes de tudo. Nós temos que trabalhar de uma maneira humilde, dando um passo de cada vez’, destacou. EFE

Publicidade