Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goleadores, Danilo e Barcos assumem protagonismo no Derby

Nem Marcos Assunção, nem Liedson. Os maiores candidatos a protagonistas do Derby deste domingo, pelo Paulistão, são Hernán Barcos e Danilo. O atacante argentino do Palmeiras conquistou a torcida mesmo com somente 11 jogos disputados pelo clube. Já o meia que chegou ao Corinthians em 2010 está finalmente caindo nas graças da Fiel com gols em momentos cruciais.

Enquanto Liedson sofre por não ter balançado as redes em nenhuma das 11 partidas oficiais que disputou em 2012 e Emerson Sheik ainda briga para se firmar como titular novamente, após se recuperar de uma pubalgia, Danilo assume a condição de artilheiro alvinegro na temporada, com quatro gols. Todos eles decisivos.No Paulistão, o camisa 20 garantiu as vitórias sobre São Paulo, por 1 a 0, e Catanduvense, por 2 a 1. Na Libertadores, abriu caminho para o triunfo por 2 a 0 sobre o paraguaio Nacional e destoou do restante do time – que tem acumulado chances desperdiçadas – ao concluir com perfeição na única oportunidade que teve contra o mexicano Cruz Azul, assegurando mais um triunfo por 1 a 0 na última quarta. Todos os tentos foram anotados justamente no Pacaembu, palco do clássico deste fim de semana.

‘O Danilo está vivendo um grande momento. É um jogador muito importante, não só tecnicamente. Ele é um cara muito bem resolvido com a família e, quando é assim, o atleta rende mais’, elogiou o técnico Tite, satisfeito por ver o armador rendendo bem jogando aberto pelos lados do campo.

‘Danilo tem uma característica de jogador maduro: a bola não queima no pé. Ele é utilizado no último terço do gramado, pelo lado. Vocês (jornalistas) se lembram quando diziam que ele não podia jogar assim? Pois é, eu me lembro’, sorriu o comandante alvinegro.Já Hernán Barcos se transformou em grande esperança de gols dos palmeirenses em pouco tempo. Contratado já no decorrer do Paulistão, o argentino chegou com a promessa de marcar 27 gols pelo clube em 2012, para igualar o número que alcançou pela LDU no ano passado. E os primeiros jogos do Pirata com a camisa alviverde fazem a torcida ter esperança de ver o jogador alcançar a meta.

No curto período com a camisa alviverde, Barcos balançou as redes nove vezes, recebendo elogios do elenco. ‘É muito fácil jogar com o Barcos. Ele tem faro de gol e se posiciona como poucos dentro da área. Quando você está com a bola, dá para saber onde ele está. Parece que a bola o procura’, explicou Maikon Leite, parceiro de ataque.

Mesmo com a confiança do elenco e a euforia da torcida, o Pirata prefere não se colocar como o salvador do Verdão. ‘Creio que estejam analisando pelos gols que estou fazendo, mas não sou só eu, a equipe toda está funcionando bem’.Do outro lado, mostrando a maturidade que rendeu elogios do chefe, Danilo também mantém os pés no chão, topa exercer qualquer função e, mesmo já tendo conquistado um Paulista, uma Libertadores e um Mundial pelo São Paulo, além do título nacional com o Timão em 2011, ainda busca seu melhor momento na carreira.

‘No São Paulo eu já jogava pelo lado esquerdo, como quarto homem de meio. Não tem dificuldade. Posso jogar por dentro, por fora, na frente… O que o Tite decidir, eu acato’, discursou. ‘Tenho que pensar que o melhor momento da carreira sempre está por vir e trabalhar para chegar ao jogo e decidir’.

No domingo, o poder de decisão de Danilo será comparado ao de Barcos. O que faz aumentar a expectativa em relação ao argentino é o desempenho no clássico contra o São Paulo, partida em que anotou dois gols no empate por 3 a 3. Mesmo assim, o técnico Luiz Felipe Scolari tenta evitar uma pressão exagerada sobre o atleta e avisa que o restante do elenco tem a mesma vontade de triunfo.

‘Todos estão motivados e prontos. O Fernandão, que já marcou gol importante, voltou na semana passada (após problema no púbis) e me disse que estaria pronto para enfrentar o Corinthians. E o Barcos também tem motivação, assim como em todos os jogos. Ele vem fazendo gols. Se fizer contra o Corinthians, ótimo. Se não fizer, ele vai seguir igual’, afirmou o treinador.

Neste domingo, a partir das 16 horas (de Brasília), Danilo e Hernán Barcos lideram suas equipes no clássico que pode valer a liderança do Campeonato Paulista.

(*)Especial para a GE.Net