Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goiás deve ter chapa única para a escolha do novo presidente

A dificuldade do Goiás em achar candidatos dispostos a ocupar a presidência do clube no biênio 2012/2013 contribuiu para que apenas uma chapa fosse inscrita até o momento no pleito. Os candidatos em questão correspondem à situação da equipe, que conta com o apoio do atual mandatário, Hailé Pinheiro.

O responsável por encabeçar a chapa é o procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) João Bosco Luz, que tem como vices o médico Sérgio Rassi e o vice-presidente da Agência Estadual de Transportes e Obras (Agetop) Adriano Oliveira. Caso nenhum candidato apresente sua inscrição até as 18 horas, a votação terá início apenas com a situação concorrendo.

Desse modo, o planejamento para a próxima temporada não deverá sofrer grandes alterações, já que o objetivo da equipe continuará sendo a manutenção da base e a contratação de reforços de menor impacto para assegurar o acesso à Série A. O rebaixamento do Esmeraldino para a Segunda Divisão, inclusive, é um dos grandes fatores que contribuíram para a falta de novas candidaturas.

O único opositor que demonstrou algum interesse em assumir o comando do Goiás foi o conselheiro Flávio Ramos. Entretanto, sua chapa não conseguiu a abertura do colegiado para os sócio-proprietários, o que acabou contribuindo para sua desistência do poder.