Clique e assine a partir de 8,90/mês

Giovannoni é premiado por Varejão e Alex e Nezinho exaltam base

Por Da Redação - 2 jun 2012, 12h47

Companheiro de Anderson Varejão na Seleção Brasileira, Guilherme Giovannoni ganhou das mãos do jogador da NBA o prêmio de MVP da final do Novo Basquete Brasil (NBB), disputada na manhã deste sábado, em Mogi das Cruzes. Já Nezinho e Alex exaltaram a base do Brasília após o triunfo sobre o São José.

‘Sabíamos que, com a decisão em jogo único, seria muito difícil. Quero dar os parabéns à equipe e à torcida de São José, que fez uma festa belíssima, e principalmente à nossa torcida por viajar não sei quantas horas para estar aqui’, disse o aniversariante Giovannoni à Rede Globo. ‘Agradeço aos meus companheiros por esse presente maravilhoso’.

Instantes depois do final do jogo, o cestinha abraçou os pais na arquibancada. ‘A gente fica muito tempo sem se ver durante o ano e só nós encontramos nessas ocasiões, porque eles moram aqui perto. É claro que é sempre emocionante, gosto muito que eles venham me prestigiar’, contou Giovannoni, autor de 26 pontos na decisão.

Com o triunfo deste sábado, o Brasília reforça sua hegemonia no NBB, criado em 2009. Depois de cair diante do Flamengo na final da primeira edição, a equipe do Distrito Federal conquistou o tricampeonato. Para Alex, a manutenção da base explica o sucesso do time.

‘A base desse time está junta há mais de 10 anos. Esse é o nosso ponto forte. Quando o Nezinho está com a bola na cabeça do garrafão, ele sabe como encontrar os companheiros. Em um jogo nervoso como esse, em que a ansiedade domina, se você tiver um elenco forte e que se conhece, facilita muito’, analisou.

Satisfeito, Alex já começa a pensar nos Jogos Olímpicos de Londres-2012. ‘A gente dominou o jogo todo e neutralizamos os principais pontos ofensivos do São José, o Murilo e o Fúlvio. No ataque, tivemos tranquilidade. O título é merecido. Depois do trabalho bem feito no clube, esperamos também dar o nosso máximo na Seleção’, disse.

Ao falar sobre a razão do sucesso do Brasília, Nezinho também citou a base. ‘Jogamos juntos há muito tempo e não nos cansamos de ganhar. Queremos vencer, mesmo não começando bem e com algumas brigas entre nós, porque nos cobramos muito. Esse time merece e o principal é que e quer demais’, declarou.

O experiente armador relatou um o clima especial entre o elenco candango no dia da decisão. ‘Hoje, foi fenomenal. Desde o café da manhã, estava todo mundo concentrado. Esse time é maravilhoso. Uma vitória por 20 pontos na final é para mostrar que o Brasília não é fácil’, comemorou.

Continua após a publicidade
Publicidade