Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Gilberto anuncia fim da carreira alegando perseguição da arbitragem

Por Da Redação 4 set 2011, 20h02

Alegando perseguição por parte da arbitragem, o lateral e armador Gilberto anunciou após o empate do Cruzeiro por 1 a 1, contra o Palmeiras, neste domingo, que vai encerrar a carreira.

A gota da água seria o pênalti marcado por Leandro Pedro Vuaden, que na visão do atleta não existiu. Segundo o próprio Gilberto, a situação está insustentável e ele já não aguenta mais continuar no futebol.

‘Estou encerrando agora a minha carreira. Não aguento mais. É o terceiro pênalti que é marcado, uns realmente aconteceram, outros não. O Vuaden me expulsou no jogo contra o Corinthians. Ele alega que fiz falta violenta no Jorge Henrique e, depois, acabei puxando o Alex e ele acabou me expulsando’, disse.

Gilberto alega que chegou a perguntar ao árbitro Leandro Pedro Vuaden se existiria alguma questão pessoal contra ele. Apesar da negativa de Vuaden, o jogador cruzeirense deu mostras que realmente está disposto a encerrar a carreira, mesmo com contrato em vigor com o Cruzeiro.

‘Eu tinha perguntado se ele não gostava de mim. Ele disse que não era isso, que era uma jogada de falta. Agora, ele marcou pênalti que não houve. Então é melhor para mim parar de jogar, porque assim não dá para continuar’, declarou Gilberto.

A diretoria do Cruzeiro alega que ainda não foi comunicada oficialmente pelo jogador sobre o fim da carreira, mas afirma que vai conversar com o atleta e tentar mudar a opinião de Gilberto, para que assim, ele possa cumprir seu compromisso com a Raposa até o final.

Continua após a publicidade
Publicidade