Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Geração 2016 conquista sete medalhas nos Jogos da Juventude de Cingapura

Avaliação do Comitê Olímpico Brasileiro é de que jovens esportistas tiveram bom desempenho. Chineses foram os maiores vencedores e bateram os EUA

Surpresa do evento foi o Arzebaijão, que mesmo com apenas 12 ficou à frente do Brasil, conquistando seis ouros e duas pratas

A geração 2016 do esporte nacional passou com louvor em seu primeiro grande teste para as Olimpíadas do Rio. Essa é a avaliação do Comitê Olímpico Internacional (COB) sobre a participação brasileira na primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, que terminou na quinta-feira, em Cingapura. Representado por 81 atletas em 20 modalidades, o Brasil conquistou sete medalhas – três de ouro, três de prata e uma de bronze.

O atletismo foi o que rendeu mais medalhas ao país, sendo duas de ouro com Caio Cezar Fernandes, no salto em distância e no revezamento medley, e uma de prata com Thiago Braz, no salto com vara. O boxeador David Lourenço também conquistou o ouro, enquanto Felipe Wu, do tiro esportivo, e a judoca Flávia Gomes ficaram com a prata. O handebol feminino conquistou o bronze.

Apesar de muitos países, como os Estados Unidos, não terem enviado seus principais atletas, a competição foi um teste importante, principalmente, para ambientar os jovens atletas com o ambiente olímpico. Foram 12 dias de provas, com a participação de 3 600 jovens de 205 países, com idades entre 14 e 18 anos. O Brasil disputou 33 finais olímpicas, sendo 15 masculinas e 18 femininas, em 14 modalidades diferentes. Ao todo, mais de 60% dos atletas da delegação brasileira participaram de finais. “O resultado do Time Brasil em Cingapura 2010 servirá de base para o contínuo aperfeiçoamento desses atletas e integra o planejamento do COB e das Confederações para os Jogos Olímpicos Rio 2016”, afirmou Marcus Vinicius, superintendente executivo de esportes do COB.

Os chineses fora os grandes vencedores dos Jogos da Juventude. A supremacia conquistada nas Olimpíadas de Pequim – quando a China superou os Estados Unidos em quantidade de medalhas de ouro – repetiu-se em Cingapura. A delegação chinesa levou aos Jogos da Juventude 68 atletas – 13 a menos que o Brasil – e conquistou 52 medalhas.

A próxima edição dos Jogos Olímpicos da Juventude acontecerá na cidade de Nanquim, na China, em 2014. Antes, Innsbruck, na Áustria, receberá em 2012 a versão do evento para as competições de inverno.

(Com Agência Estado)