Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Franchitti pede mais segurança e aprova decisão de cancelar a prova

Ainda abalado com o acidente que envolveu 15 carros e vitimou Dan Wheldon na etapa de Las Vegas da Fórmula Indy, Dario Franchitti, piloto da Ganassi, concedeu uma entrevista a agência de notícias Associated Press. O tetracampeão da categoria pediu maior segurança nos circuitos e elogiou o cancelamento da prova.

O piloto escocês considerou abandonar o automobilismo em função da morte de Wheldon, porém Franchitti repensou e afastou a possibilidade. ‘Eu me perguntei se vale a pena. Mas acredito que ainda quero correr’, revelou.

Dario Franchitti aproveitou para chamar a atenção sobre a segurança nos autódromos, principalmente, quando se diz respeito a circuitos ovais. ‘Temos de ser fortes nos ovais, e eles têm de ser seguros. Eles precisam ser muito mais seguros’, ressaltou.

Sobre a decisão de cancelar a prova, Franchitti foi favorável e elogiou a medida adotada por Randy Bernard, presidente da Indy. ‘Os pilotos estavam consternados. Cada um de nós estava muito confuso, e Randy, em última instância, agiu como um líder, ele fez um bom trabalho e tirou a decisão das nossas mãos.’

Nesta quarta, Franchitti irá conduzir pela primeira vez o novo chassi Dallara, que levará o nome em homenagem a Wheldon no circuito misto de Sebring.