Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

França está perto de voltar à F1, diz primeiro-ministro

Por Da Redação 30 mar 2012, 14h05

Por AE

Le Castellet – O primeiro-ministro François Fillon afirmou nesta sexta-feira que a França está perto de acertar seu retorno à Fórmula 1. Fillon não confirmou a volta do País ao circuito porque ainda está em negociação com Bernie Ecclestone, proprietário dos direitos da categoria.

“Estamos trabalhando com a ideia de receber um GP em anos alternados em Le Castellet porque não temos condições de organizar uma corrida todo ano”, explicou Fillon, em visita ao circuito Paul Ricard, próximo à cidade de Marselha. “Esta ideia já ganhou o apoio das autoridades da Fórmula 1”.

O futuro GP da França poderia fazer revezamento com o GP da Bélgica, sediado em Spa, em anos alternados, como acontece atualmente com as provas de Nürburgring e Hockenheim, ambas na Alemanha. A última corrida disputada na França foi sediada em Magny-Cours, em 2008.

Os organizadores franceses, no entanto, ainda precisam chegar a um acordo financeiro com Ecclestone. Segundo Fillon, há uma diferença de 2 milhões de euros entre a oferta da França e o valor cobrado pela Formula One Management (FOM), empresa de Ecclestone, que detêm os direitos comerciais da Fórmula 1.

De acordo com o jornal Le Parisien, a FOM teria exigido cerca de 20 milhões de euros pelo direito de ceder uma das etapas da categoria. O primeiro-ministro francês preferiu não confirmar os valores envolvidos na negociação. O circuito Paul Ricard recebeu provas da F1 entre os anos de 1971 e 1990.

Continua após a publicidade

Publicidade