Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Esporte

Fluminense visita o Coritiba e revê o inesquecível Couto Pereira

O Fluminense tem um reencontro previsto para este sábado, às 18h30 (de Brasília), quando visita o Coritiba no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), em confronto válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor vai rever o palco onde passou um drama na última partida de 2009, quando segurou empate por 1 a 1 com o Coxa e evitou a queda para a Série B. Há quem diga que ali começou a caminhada para o título nacional do ano seguinte. Porém, como o placar rebaixou os paranaenses, a torcida local invadiu o gramado e protagnizou cenas de selvageria.

De lá para cá muita coisa mudou nos dois times. O título brasileiro de 2010 deu tranquilidade ao Fluminense, enquanto a conquista da Série B no ano passado devolveu o Coritiba para a elite do futebol nacional. Porém, assim como em 2009, um bom resultado neste sábado é fundamental para as duas equipes. Com 12 pontos conquistados, o Tricolor planeja encostar na parte de cima da tabela de classificação e se recuperar da derrota de 1 a 0 para o Flamengo. Também precisando reagir após derrota para o Grêmio por 2 a 0, o Coxa planeja se distanciar da zona de rebaixamento, pois soma dez pontos.

Abel Braga, técnico do Fluminense, pediu aos seus jogadores que esqueçam o que aconteceu em 2009 e tenham como foco apenas a partida deste sábado. Na visão do treinador a conquista de três pontos neste duelo é estratégicamente importante.

‘Não podemos nos distanciar tanto do pelotão de frente, mesmo ainda faltando muita coisa para acontecer. Queríamos ter pontuado no clássico contra o Flamengo e não conseguimos. Temos que tentar recuperar aquela pontuação neste jogo de sábado, embota tenhamos consciência das dificuldades que vamos encontrar’, explicou Abel Braga.

A vitória também é o único resultado considerado ideal no Coritiba.

‘Nós respeitamos muito o Fluminense e sabemos que será um jogo muito complicado. Mas vamos atuar em nossa casa, diante dos nossos torcedores e por isso mesmo não podemos cogitar outro resultado que não seja a conquista de uma vitória’, afirmou Marcelo Oliveira.

Outro assunto que é comentado nos dois clubes é a má fase do Coritiba, que ainda não conseguiu reencontrar no Brasileirão o bom futebol que o levou a conquistar o título paranaense de forma invicta e ser finalista da Copa do Brasil. Mas a atual realidade dos paranaenses não é visto como algo a ser comemorado pelos jogadores do Fluminense.

‘Nós estamos nos preparando para um jogo muito complicado. Justamente por conta da situação do Coritiba que acredito que será uma partida mais difícil do que o clássico diante do Flamengo. Nosso adversário vai atuar em casa e com toda a certeza vai tentar fazer de tudo para conquistar os três pontos. Vamos precisar de inteligência para sairmos com a vitória’, disse o atacante Ciro.

Para este jogo Abel Braga terá o retorno do lateral direito Mariano, que cumpriu suspensão contra o Flamengo e reaparece na vaga do volante Diogo, que atuou de forma improvisada no setor. A boa notícia fica por conta da volta do meia brasileiro naturalizado português Deco, que se recuperou de lesão na coxa direira e foi liberado. O jogador iria ficar no banco dereservas, mas Marquinho ficou no Rio de Janeiro analisando uma proposta e não viajou com o elenco e abriu espaço na equipe titular.

Já no Coritiba Marcelo Oliveira contará com dois retornos importantes ao time. O volante Leandro Donizete, o motor do meio-campo coxa-branca, e o meia Rafinha, peça fundamental do ataque, estão recuperados de lesão e devem começar jogando. Porém, o treinador perdeu o lateral Jonas, com dores musculares no músculo posterior da coxa direita. Dessa forma, Maranhão será o titular.

O jogador, que ainda não ganhou uma sequência de jogos no Alto da Glória, garante estar preparado e espera aproveitar a chance para se firmar no time.

Continua após a publicidade

‘Estou correndo atrás da oportunidade. Mas eu e o Jonas queremos jogar e estamos trabalhando para isso, então o treinador vai decidir quem vai merecer ficar no time’, disse o lateral, confiante também no resultado positivo.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA X FLUMINENSE

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data: 16 de julho de 2011 (Sábado)

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)

Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e João Chaves (SP)

CORITIBA: Edson Bastos, Maranhão, Pereira, Émerson e Eltinho; Leandro Donizete, Léo Gago, Tcheco e Rafinha; Marcos Aurélio (Anderson Aquino) e Leonardo

Técnico: Marcelo Oliveira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Mariano, Gum, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Deco e Souza; Ciro e Rafael Moura

Técnico: Abel Braga

Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Fluminense visita o Coritiba e revê o inesquecível Couto Pereira
  • O Fluminense tem um reencontro previsto para este sábado, às 18h30 (de Brasília), quando visita o Coritiba no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), em confronto válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor vai rever o palco onde passou um drama na última partida de 2009, quando segurou empate por 1 a 1 […]

Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Você ainda não tem acesso a esta marca. Escolha uma das ofertas abaixo para assinar

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

MELHOR
OFERTA

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês