Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Fluminense bate o Zamora e se classifica para as oitavas de final

Por Da Redação 30 mar 2012, 00h15

O Fluminense é o primeiro clube brasileiro a garantir a classificação para a próxima fase da Taça Libertadores. O Tricolor das Laranjeiras derrotou o Zamora, da Venezuela, por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, no Estádio La Carolina. Com o resultado, o Fluminense manteve os 100% de aproveitamento e chegou aos 12 pontos ganhos após quatro jogos realizados pelo Grupo 4. Já o Zamora segue na lanterna da chave com apenas um ponto ganho e sem marcar na competição.

Para conquistar a vitória, o time dirigido por Abel Braga que faz a melhor campanha entre todos os participantes da Libertadores,não precisou mostrar um grande futebol. Para derrotar o Zamora, o time tricolor apenas administrou a partida diante da fraqueza do adversário que mostrou muito empenho e e nenhuma capacidade técnica.

O Fluminense voltará a jogar pela Libertadores no dia 11 de abril contra o Boca Juniors no Engenhão. Pelo campeonato carioca, o Tricolor das Laranjeiras enfrentará o Botafogo, neste domingo, no Engenhão.

O jogo – O Fluminense começou a partida tocando a bola de forma muito lenta no seu campo, tentando atrair a equipe venezuela, mas o Zamora preferiu ficar em seu campo, o que contribuiu para tornar a partida bastante monótona. Só aos oito minutos aconteceu o primeiro lance de ataque com a tentativa de Thiago Neves de surpreender o goleiro Forero com um chute de longa distância mas o venezuelano defendeu sem dificuldades.

Aos 12 minutos, Wellington Nem mandou a bomba, o goleiro Forero defendeu parcialmente e Diguinho foi bloqueado ao tentar apanhar o rebote. O lance animou a equipe brasileira que criou nova chance no minuto seguinte novamente com Wellington Nem que penetrou na área e caiu ao dividir com o goleiro Forero, mas o árbitro considerou o lance como normal.

Só depois desse lance é que a equipe venezuelana saiu mais para o jogo. Aos 17 minutos, após falha de Valencia, Córdoba ficou com a bola mas mandou o cruzamento nas mãos de Diego Cavalieri.

O Zamora teve a sua melhor oportunidade aos 23 minutos quando González lançou Córdoba pela direita e o atacante descobriu Zambrano livre na grande área, mas a conclusão do jogador venezuelana foi muito ruim. A bola encobriu a trave defendida por Cavalieri. O lance animou a equipe da casa. Aos 27 minutos, Leandro Euzébio saiu jogando errado, Vargas tabelou com Córdoba, entrou na área mas Diego Cavalieri saiu nos pés do atacante e impediu o gol do Zamora.

Continua após a publicidade

O Fluminense continuava atuando de forma apática, com Deco mostrando pouca inspiração, o que prejudicava as manobras de ataque do time comandado por Abel Braga. Apenas Wellington Nem tentava imprimir velocidade ao jogo.

Aos 38 minutos, Deco lançou Fred, completamente livre na grande área, mas o artilheiro errou ao tentar encobrir o goleiro Forero e mandou a bola por cima do travessão. Aos 41 minutos, Deco lançou Wellington Nem que caiu se queixou de ter sido agarrado na área, mas o juiz considerou o lance como normal. No minuto seguinte, Forero teve que sair do gol para evitar a conclusão de Fred.

A resposta da equipe venezuela foi um chute de Córdoba que não levou perigo para o gol defendido por Diego Cavalieri.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo e mantiveram o ritmo lento que caracterizou a etapa inicial. O primeiro lance de perigo aconteceu aos seis minutos quando Thiago Neves bateu escanteio e Fred cabeceou por cima. Aos nove minutos, o Zamora chegou ao ataque em arrancada de Córdoba que chutou em sem levar perigo.

Pelo lado brasileiro, Wellington Nem continuava sendo o mais eficiente nas jogadas ofensivas, mas não contava com a ajuda dos companheiros, principamente Deco e Thiago Neves que pouco participavam da partida.

Aos 23 minutos, Fred teve uma grande chance para marcar, Thiago Neves colocou Fred de frente para o gol, e o artilheiro tentou encobrir o goleiro Forero mas a bola saiu fraca e o zagueiro Rodriguez salvou, mandando a bola para escanteio. O lance animou o Tricolor que criou nova oportunidade em chute cruzado de Wellington Nem que Forero salvou. Aos 28 minutos, Abel Braga trocou Thiago Neves por Lanzini e logo depois Wellington nem por Rafael Sobis.

O Zamora assustou aos 29 minutos em chute violento de González que obrigou Diego Cavalieri a se esforçar para evitar o gol.

Aos 33 minutos, o Fluminense marcou. Lanzini foi derrubado na intermediária. Rafael Sobis na sua primeira participação mandou a bola no canto direito de Forero que foi enganado pelo toque na barreira e acabou saltando com atraso. O Zamora tentou partir para o empate mas sem força ofensiva nem chegou a ameaçar o gol defendido por Diego Cavalieri e o Fluminense ainda teve a chance de ampliar em chute de Rafael Moura aos 43 minutos, mas a bola passou perto do gol.

Continua após a publicidade

Publicidade